Novos comerciais, velha tática: Microsoft continua comparando o Surface com o iPad

Surface 2

Nós já mostramos alguns comerciais da Microsoft [veja aqui dois exemplos: 1, 2] comparando o Surface com o iPad, e a grande maioria deles falhou feio ao tentar enaltecer as qualidades do tablet da empresa — alguns chegaram até mesmo a serem desonestos com os consumidores.

Publicidade

Surface 2

Com o lançamento do Surface 2, a empresa voltou utilizar a mesma estratégia, porém de forma mais coesa, mostrando de fato que seu tablet tem diferenciais interessantes se comparado a concorrentes. Falando especificamente de iPads, a Microsoft resolveu destacar três recursos presentes no Surface 2 os quais não existem do tablet da Apple.

Confira:

Cozinhando

Aqui o destaque vai para o “hands-free mode” (algo como “modo sem as mãos”), o qual permite controlarmos o tablet sem encostar na tela. É um recurso legal mas que, na prática, é utilizado em pouquíssimas ocasiões.

Compartilhando com a família

Ponto para a Microsoft! Taí um recurso que eu invejo e que gostaria muito de ter em iPads. Como já dissemos algumas vezes (sejam aqui no site ou no nosso podcast), diferentemente do iPhone (que é um aparelho muito pessoal) o iPad pode facilmente ser compartilhado com vários membros da família.

Publicidade

Faz sentido ter um iPad da casa, o qual todos (pai, mãe e filhos) possam utilizar em momentos diferentes do dia. E, nessas horas, uma conta para cada usuário cairia muito, mas muito bem.

Portas

Outro recurso que muitos usuários gostariam de ter no iPad: uma porta USB nativa. Particulamente não sinto tanta falta assim já que hoje em dia quase tudo meu (arquivos, etc.) estão na nuvem. Mas sem dúvida está aí outro recurso que pode fazer a diferença para a Microsoft.

Publicidade

·   ·   ·

A Microsoft está certa em destacar o que o Surface 2 tem de bom, mas o problema é que o iPad continua sendo superior em muitos outros pontos (sistema operacional, apps, peso, design e por aí vai). E não sou eu quem estou dizendo, afinal, basta ver qual é a escolha do público.

[via MacRumors]

Posts relacionados