Lembra da OnLive? Sim, ela ainda vive e acaba de anunciar duas novidades para gamers

CloudLift, da OnLive

Tem bastante tempo que não falamos da OnLive aqui no site, projeto lançado originalmente em março de 2009 que prometia revolucionar os games colocando-os todos para rodar na nuvem.

Publicidade

A empresa quase foi pro espaço, mas aparentemente está conseguindo se reerguer e anunciou ontem duas boas novidades para gamers. A principal delas se chama CloudLift.

CloudLift, da OnLive

O novo serviço da OnLive permite a gamers jogarem títulos que já possuam (adquiridos em outros lugares, como a plataforma Steam da Valve) através da nuvem com acesso instantâneo em Macs, PCs, HDTVs e tablets com Android, independentemente de onde estiverem.

Publicidade

A gravação e sincronização de estados de jogos funciona mais ou menos da mesma forma que o Game Center do iCloud, e também depende da implementação do suporte devido. Inicialmente serão 20 jogos compatíveis, incluindo Batman: Arkham Origins (da Warner Bros.), com um custo mensal de US$15 e a possibilidade de o CloudLift ser testado gratuitamente por sete dias.

A segunda novidade anunciada foi o OnLive Go, que visa a facilitar o acesso a MMOs (massively multiplayer games) como War Thunder e Second Life em dispositivos sem a necessidade de aguardar longos downloads e instalações demoradas. O preço do serviço será variado, mas uma hora de Second Life, por exemplo, sairá por US$3.

A OnLive continua, é claro, oferecendo o seu serviço de assinatura PlayPack por US$10 mensais, o qual dá acesso a um acervo de mais de 250 games. Ela está agora também com um novo presidente executivo — Mark Jung, cofundador e ex-CEO da IGN.

Publicidade

[via TechCrunch]

Posts relacionados