Appreendedor: os primeiros passos

Livro - Business Model Generation

Chegou o grande momento de começarmos a materializar nossa ideia em um produto. A proposta é simples e direta — durante dois meses, irei escrever uma sequência de artigos que o apoiarão na elaboração de um projeto; em contrapartida, convido-o a dedicar duas ou mais horas por dia na execução do seu sonho. Ao término, você terá um projeto estruturado e pronto para validação, e eu feliz por ter alcançado um dos meus principais objetivos de 2014 — que é o de apoiar empreendedores no universo dos apps.

Não se preocupe caso você não tenha experiência como programador, os artigos serão elaborados para atender e conectar simultaneamente três públicos distintos:

  1. Inovadores: pessoas que possuem (inúmeras) ideias, porém não possuem nenhuma experiência em programação e querem validar um negócio.
  2. Desenvolvedores: profissionais com apps publicados e que buscam incrementar o número de downloads e maior retenção dos usuários.
  3. Investidores: pessoas interessadas em conhecer mais sobre o universo mobile e como operar sobre ele.

Imagine uma maratona. Pois bem, agora tente lembrar de recursos que normalmente são envolvidos e utilizados nesse tipo de evento, vamos lá: atletas, organizadores, equipe de apoio, patrocinadores e um monte de outros recursos, cada um com um grau de importância para a realização do evento. Dentre todos os envolvidos, talvez o mais importante sejam os atletas participantes — afinal, não existe maratona sem corredores, mas podem existir maratonas sem os outros recursos relacionados acima, correto?

Na prática, se existem pessoas correndo por um propósito, basta um conjunto de regras, o ponto de partida e o ponto de chegada para o evento acontecer. Nada de tecnologia, nada de dependência de terceiros ou algum outro fator que poderia inviabilizar o evento. É nesta pegada que iremos conduzir o nosso projeto — de forma simples e objetiva, identificar os recursos, envolvidos, regras, ponto de partida e principalmente o ponto de chegada. Afinal, é ele que vai determinar aonde, como e quando queremos chegar.

Livro - Business Model GenerationDurante o processo de abertura de um novo negócio, é comum a elaboração de um conjunto de documentos que formam o Plano de Negócios. Em resumo, o resultado é um mapa documentado de toda estrutura do negócio e como a engrenagem funciona. Entretanto, para se ter um bom Plano de Negócios, precisamos dedicar tempo em pesquisas, análise de dados e avaliações de mercado, o que torna a elaboração complexa e trabalhosa — especialmente em casos nos quais precisamos apenas evoluir e documentar Modelos de Negócios. Diante desse problema, uma equipe de 470 pessoas em 45 países lideradas por Alexander Osterwalder participaram durante seis meses da co-criação de um livro chamado Business Model Generation, que nos apresenta novas formas de abordagens e ferramentas, como o Quadro de Modelo de Negócio (Business Model Canvas), permitindo entender rapidamente o funcionamento de um modelo e testar inovações de forma ágil. Com base nas propostas de preenchimento do Canvas, fazemos algumas perguntas importantes para o projeto.

  • Quem são os nossos clientes?
  • Qual a proposta de valor do app?
  • Como comunicamos com os nossos clientes, ou seja, quais são os canais para a entrega de valor?
  • Como relacionamentos com os nossos clientes?
  • Quais são as fontes de receita?
  • Quais são os recursos necessários e principais para nosso app funcionar?
  • Quais as atividades-chaves para o modelo de negócio funcionar?
  • Quem são nossos principais parceiros?
  • Quais são os nossos custos?

Não se surpreenda em descobrir que a grande maioria dos apps publicados nas lojas — entre eles alguns listados no topo dos principais rankings — não possuem um Modelo de Negócios ou muito menos um Plano de Negócios definido. Se desejamos um diferencial para o projeto, temos que fazer as lições básicas: compreender a fundo o nosso negócio e a forma de atuação para que, a partir daí, possamos dar continuidade à elaboração de um Plano de Negócios formal e detalhado.

·   ·   ·

Na próxima semana iremos criar um Business Model Canvas a partir de um aplicativo publicado na App Store — será um bom exemplo do uso da ferramenta no cenário proposto. Alguma sugestão de app de sucesso a ser analisado? Aguardo nos comentários abaixo.

Para quem está chegando agora e quer embarcar nesta proposta, é extremamente recomendável a leitura dos artigos anteriores da série Appreendedor. 😉

Posts relacionados

Comentários