Suposto bug permite a remoção da conta do iCloud de certos iPhones desbloqueados rodando o iOS 7.1

Ícone - Buscar Meu iPhone

De ontem para hoje, o 9to5Mac divulgou o seguinte vídeo:

Publicidade

Como dá para ver, o usuário em questão está com um iPhone 4s rodando o iOS 7.1 e é capaz de remover a conta do iCloud do aparelho explorando um suposto bug encontrado por ele. A coisa consiste em, na tela de Ajustes do iCloud, tocar no alternador de desativação do Buscar Meu iPhone (Find My iPhone) e no botão “Apagar Conta” (“Delete Account”) ao mesmo tempo, depois desligar o aparelho, ligar de novo e aí voltar aos Ajustes para conseguir remover a conta sem ter que digitar senha nenhuma.

A primeira consideração aqui é que *não* conseguimos reproduzir o bug em dois iPhones 5s de membros do MacMagazine. Ou seja, se a falha realmente existe é possível que ela não afete todos os modelos de iPhones.

Publicidade

A segunda consideração, ainda mais importante, é que tudo no vídeo só é possível porque o iPhone em questão está sem senha de bloqueio. E mesmo que alguém tivesse por acaso a sorte de ter acesso ao aparelho desbloqueado para iniciar o processo, ele teria que também saber a senha ao desligar e ligar ele de volta para conseguir remover a conta do iCloud. Desde 2008(!) nós recomendamos fortemente que ninguém use o iPhone sem senha, e para os felizardos donos de iPhones 5s a coisa fica ainda melhor/mais prática com o Touch ID.

Mas dá para garantir um nível de segurança extra em cima disso, se você for paranoico. Vá em Ajustes » Geral » Restrições e ative-as, caso ainda não utilize o recurso. Observe que a senha dele pode ser inclusive diferente da que você usa na tela de bloqueio. Depois, entre em “Serviços de Localização” e escolha “Não Permitir Alterações” na parte superior.

Fazendo isso, mesmo que alguém tenha acesso ao seu iPhone desbloqueado o bug não poderá ser explorado porque o alternador do Buscar Meu iPhone ficará inativo:

Publicidade

Buscar Meu iPhone desativado

E sim, é claro, fica a torcida para que a Apple corrija mais essa falha de segurança numa futura atualização do iOS. E que ela não demore a chegar.

Posts relacionados