Appreendedor: iOS vs. Android

iOS (Apple) vs. Android (Google)

Há mais de cinco anos ministro treinamentos Apple e uma das questões mais frequentes das turmas de desenvolvimento mobile é: para qual plataforma devo desenvolver?

Publicidade

iOS (Apple) vs. Android (Google)

Muitos dizem que o melhor ponto de partida é a escolha da plataforma com maior número de aparelhos no mercado. Entretanto, essa não é a melhor escolha — a resposta correta seria “depende do projeto”, pois existem inúmeras variáveis que interferem de forma positiva e negativa na escolha da plataforma e todas elas precisam ser consideradas para que se evite problemas futuros. Vamos conhecer algumas delas.

Primeiramente, questione e descubra — quem é o público-alvo do seu projeto? Após identificar o mercado consumidor, detalhe o perfil do futuro usuário e a plataforma predominante. Sabemos que Apple e Google lideram a disputa pelo mercado de dispositivos móveis através do iOS e do Android, respectivamente; caso o seu público-alvo esteja presente em ambas plataformas, avalie as características do negócio em conjunto com o perfil e o poder de compra do consumidor. Usuários da plataforma Android tendem a consumir com maior facilidade apps gratuitos — forçando o desenvolvedor a buscar outras fontes de receita que não estejam relacionadas diretamente com a venda do app através da loja. Já os usuários da plataforma iOS estão mais habituados pelo pagamento de novos recursos, conhecido como modelo “freemium”.

Publicidade

Um dos aspectos importantes a ser considerado em relação ao iOS é que ao desenvolver para a plataforma serão precisos equipamentos Apple, elevando o investimento inicial. Entretanto, mesmo com o custo inicial maior, desenvolvedores experientes ainda preferem lançar os seus projetos pela plataforma. Isso em função do elevado poder de compra da grande parte dos usuários Apple comparado ao mesmo perfil de usuários de outras plataformas.

Outra observação importante é: lançar um app simultaneamente para várias plataformas pode gerar um alto custo e risco para o projeto. O ideal é que se defina a plataforma inicial e desenvolva o projeto por etapas, de forma que cada parte possa ser validada antes da entrega do produto final — nesse tipo de desenvolvimento é permitido o aprendizado e o ajuste do negócio em tempo de execução, além de mapear características e conhecer de forma detalhada cada grupo de usuários.

Avalie quanto recurso financeiro e tempo para desenvolvimento o seu projeto dispõe. Esses são números que determinarão a quantidade de profissionais alocados e a estimativa de prazo para entrega. Mas atenção: mantenha equipes de desenvolvimento distintas e especializadas! Existem aspectos muito peculiares em cada plataforma, principalmente em relação a usabilidade e experiência. Manter os aspectos nativos de cada plataforma é fundamental para a aceitação e para o sucesso do projeto.

Publicidade

No final, extraia o melhor que cada plataforma oferece e, se necessário, desenvolva para todas plataformas possíveis — assim o seu app terá maior visibilidade e consequentemente divulgação para um grupo maior de usuários.

Posts relacionados