O que mudou no OS X Mavericks 10.9.3 com relação ao suporte a monitores 4K?

Monitor 4K no OS X 10.9.3

Há pouco mais de dois meses, no comecinho de março, destacamos que o OS X Mavericks 10.9.3 — o qual só foi liberado para o grande público ontem — viria com suporte nativo para monitores 4K.

Publicidade

Hoje, a Apple publicou um artigo de suporte que fala mais sobre isso.

Monitor 4K no OS X 10.9.3

A mudança mais significativa para quem já usava antes um monitor 4K conectado a Macs é o painel de preferência através do qual você ajusta a resolução. Agora, ele funciona tal como em MacBooks Pro com tela Retina: você pode trabalhar em resolução Retina (@2x) ou então optar por redimensionar os elementos na tela de forma que fiquem maiores ou menores.

Publicidade

Atualmente, apenas MacBooks Pro com tela Retina lançados no final de 2013 e os novos Macs Pro suportam monitores ou HDTVs com resolução 4K, por meio de suas portas HDMI. A Apple observa que, a 3840×2160 pixels, o trabalho é em 30Hz; a 4096×2160 ele cai para 24Hz e aí, nessa resolução, não há suporte a espelhamento (mirroring). Para chegar a 60Hz, é preciso se utilizar multi-stream transport (MST), algo que deve ser manualmente configurado nos monitores Sharp PN-K321, ASUS PQ321Q, Dell UP2414Q, Dell UP3214Q ou Panasonic TC-L65WT600.

Com esse suporte agora implementado no OS X, o tapete está estendido para a chegada de um Thunderbolt Display e/ou de um iMac com telas Retina.

[via 9to5Mac]

Publicidade

Posts relacionados