WWDC 2014: Yosemite é a décima primeira versão do OS X, redesenhada com base no iOS 7

Ícone do OS X Yosemite

Seguindo as expectavas das últimas semanas, a Apple iniciou as novidades da WWDC 2014 falando do futuro do OS X, seu sistema operacional desktop. Mantendo o novo padrão de codinomes baseado em lugares famosos do estado americano da Califórnia, o marketing da empresa dedicou a versão 10.10 a um dos parques mais famosos dos Estados Unidos e do mundo: Yosemite.

OS X Yosemite rodando no MacBook Pro

O Yosemite foi desenvolvido com base em três áreas de foco: Interface, Apps e Continuidade. Primeiramente, o sistema foi redesenhado com base no visual flat do iOS 7, visando dar vida nova aos padrões de interface para o desktop. O uso extenso de translucidez e design em camadas ficou bastante alinhado com a tradição visual do Mac.

Além disso, a Apple trouxe novidades. As barras de ferramentas agora possuem um visual unificado com o mínimo possível de espaço ocupado, visando dar plenitude ao conteúdo. Contaremos ainda com uma opção para alterar o modo de visualização da interface para um padrão escuro.

WWDC 2014: OS X Yosemite

Foto: The Verge.

Com o Yosemite, a Apple redesenhou todos os aplicativos e também a Central de Notificações com base no iOS 7 (incluindo a área “Hoje”, com o resumo completo do seu dia), adicionando a possibilidade de se adicionar widgets e outras informações junto dos tradicionais alertas de aplicativos.

WWDC 2014: OS X Yosemite

Foto: Engadget.

O Spotlight foi bastante aprimorado. Agora é possível buscar documentos procurando pelo nome de um app, facilitando consultas diárias. Além disso, é possível fazer conversões de unidades e buscas pela web, em um único lugar.

WWDC 2014: OS X Yosemite

Foto: The Verge.

A forma de visualização de documentos do iCloud também mudou. Agora, a Apple oferece no Finder o iCloud Drive, onde é possível armazenar quaisquer arquivos que o usuário quiser, organizando-os da forma que preferir, e tê-los sincronizados em todos os Macs e iGadgets — além de acesso web e a partir de PCs com Windows.

WWDC 2014: OS X Yosemite

Foto: The Verge.

No Mail, além de uma interface renovada, temos o Drop, um recurso para envio seguro de arquivos via iCloud (até 5GB). Além disso, com o Markup, a Apple permite fácil anotação de conteúdo recebido por email e também para envio.

WWDC 2014: OS X Yosemite

Foto: The Verge.

O Safari também ganhou muitas novidades. O visual flat foi aprimorado com uma nova barra de endereços unificada, que oferece buscas contextuais, acesso a todos os favoritos de forma detalhada, gerenciamento avançado de abas e muito mais opções de compartilhamento — incluindo anotação de conteúdo para o Mail e assinatura de feeds, que está de volta.

WWDC 2014: OS X Yosemite

Foto: Engadget.

Internamente, o Safari traz WebGL para gráficos 3D, suporte ao novo protocolo SPDY em conjunto do tradicional HTTP, IndexedDB para bases de dados, melhorias em JavaScript, CSS e vídeo premium em HTML5.

Continuidade

O Yosemite também traz novidades de interoperabilidade entre dispositivos Apple. Funções já existentes como o AirDrop agora funcionam entre Macs, iPhones, iPads e iPods touch, mas novidades, como o Handoff, permitem que aplicativos possam ser desenvolvidos para reconhecerem quando você deixa de fazer algo em um dispositivo e vai para outro, oferecendo notificações e controles para ir direto ao ponto em que parou no seu trabalho.

WWDC 2014: OS X Yosemite

Foto: The Verge.

Talvez o Mensagens e o FaceTime sejam os melhores exemplos de melhorias em continuidade. Agora é possível responder SMSs e ligações a partir de um Mac, mesmo que o seu iPhone não esteja por perto.

OS X Yosemite com apps abertos rodando no MacBook Pro

O OS X Yosemite será lançado no final do terceiro trimestre deste ano e, assim como o Mavericks, será gratuito. Uma prévia de desenvolvimento estará disponível para os participantes da WWDC e desenvolvedores registrados ainda hoje, mas além de oferecê-lo para eles a Apple também abriu um programa dedicado a todos os usuários (sim, não desenvolvedores!) interessados em começar a usá-lo.

Posts relacionados