Apple estaria conversando com empresas de cartão de crédito sobre o seu sistema de pagamento móvel

Conceito para o "EasyPay"

De acordo com o The Information, a Apple está trabalhando forte para lançar o seu rumorado sistema de pagamento móvel neste ano — possivelmente com o “iPhone 6”.

Conceito para o "EasyPay"

Conceito para o EasyPay, sistema de pagamento móvel da Apple.

A ideia de comprar coisas em lojas de uma maneira rápida e simples, utilizando o iPhone como meio de pagamento, não é de hoje — assim como a notícia de que a Maçã estaria conversando com empresas sobre o assunto. Todavia, o veículo traz a informação de que a Apple está agora conversando com empresas específicas do mercado financeiro. Uma das grandes que deverá ser parceira neste começo seria a Visa — a Apple teria inclusive contratado Tommy Elliot, ex-diretor sênior da empresa, além de outros executivos de empresas da área como J.P. Morgan Chase Bank e eBay.

Além disso, o sistema usaria componentes protegidos para armazenar todas essas informações sensíveis de usuários. Há, portanto, uma grande possibilidade de esse sistema reproduzir o comportamento do Touch ID, que guarda as impressões digitais de usuários em um local totalmente seguro no processador A7, conforme descrito neste artigo de suporte da Apple:

O Touch ID não armazena nenhuma imagem de sua impressão digital. Ele armazena apenas uma representação matemática dela. Não é possível obter a imagem real de sua impressão digital fazendo engenharia reversa dessa representação matemática. O iPhone 5s também inclui uma nova arquitetura de segurança avançada chamada Secure Enclave no chip A7, que foi desenvolvida para proteger os dados do código e da impressão digital. Os dados da impressão digital são criptografados e protegidos com uma chave disponível apenas para o Secure Enclave. Os dados da impressão digital são usados apenas pelo Secure Enclave para verificar se sua impressão digital corresponde aos dados da impressão digital registrada. O Secure Enclave fica isolado do restante do A7 e também do restante do iOS. Portanto, seus dados de impressão digital nunca são acessados pelo iOS ou outros apps, nunca são armazenados em servidores da Apple e nunca são colocados em backups do iCloud ou qualquer outro local. Apenas o Touch ID usa esses dados, e não é possível usá-los para fazer correspondência com bancos de dados de impressões digitais.

O Touch ID muito provavelmente desempenharia um papel fundamental no ato da compra (facilitando todo o processo). Para completar, a Apple estaria mais inclinada a utilizar Bluetooth e Wi-Fi para habilitar as transferências — descartando o NFC (near field communication, ou comunicação por campo de proximidade), tecnologia mais utilizada atualmente para esse fim.

Como venho dizendo esses dias, o segundo semestre deste ano promete!

[via 9to5Mac]

Posts relacionados

Comentários