Organização avalia um dos fornecedores da Apple e encontra algumas irregularidades

Auditoria feita pela Apple em uma de suas parceiras

Em janeiro de 2012 a Apple firmou uma parceria com a Fair Labor Association (FLA) a fim de monitorar melhor as condições de trabalho em fornecedores. De lá pra cá, vistorias já foram feitas em fábricas da Foxconn — as quais já apresentaram alguma melhora — e da Pegatron. Agora chegou a vez da FLA vistoriar instalações da Quanta (em Changshu e Xangai).

Publicidade

Auditoria feita pela Apple em uma de suas parceiras

Na verdade as vistorias aconteceram em agosto de 2013, mas apenas agora os relatórios foram liberados. Eis a declaração da associação:

Em ambos os casos, os avaliadores seguiram a metodologia de conformidade sustentável da FLA, identificando casos não-conformidade com o código do trabalho e conduta da FLA, e suas causas profundas, permitindo que a Apple desenvolva e implemente planos de remediação sustentáveis. No geral, os avaliadores passaram cinco e quatro dias em cada unidade, respectivamente, avaliando a instalação de Xangai entre os dias 5 e 9 de agosto, e a instalação de Changshu de 12 a 15 de agosto. No momento das avaliações, as instalações da Quanta empregavam 31.706 trabalhadores em linhas de produção da Apple em Xangai e 4.711 trabalhadores em linhas de produção da Apple em Changshu. Assessores realizaram 389 entrevistas com trabalhadores em Xangai (com 107 delas realizadas fora do local) e 132 em Changshu (com 49 realizada “off-site”).

Os casos de não-conformidade mencionados pela FLA vão desde problemas com taxas de recrutamento as quais foram cobradas por “corretores de emprego” (em Xangai) a uma situação em que 62% dos empregados da fábrica de Changshu deixaram de receber um dia de descanso obrigatório — pelo menos uma vez, ao longo de um período de três meses que cobre o quarto trimestre de 2012, exigido pelo código da FLA durante períodos intensos (quando aparelhos importantes estão em produção).

Publicidade

A FLA fez diversas recomendações à Apple, que deu a seguinte declaração ao TechCrunch:

Nossos fornecedores devem se adequar aos mais exigentes padrões da indústria se quiserem continuar fazendo negócio com a Apple, que é a primeira e única empresa de tecnologia a ser admitida pela Fair Labor Association. Estamos empenhados em proporcionar condições de trabalho seguras e justas para todos em nossa cadeia de suprimentos.

No ano passado, realizamos 451 auditorias em pessoa, abrangentes e profundas em nossa cadeia de suprimentos para que pudéssemos descobrir problemas e trabalhar com os nossos fornecedores para corrigí-los. Nós acompanhamos e relatamos as horas de trabalho semanais de mais de 1 milhão de trabalhadores e nosso programa de treinamento Supplier EHS Academy, de 18 meses, está elevando o patamar para ambientes, saúde e segurança na indústria.

As instalações da Quanta fiscalizadas pela FLA no ano passado foram incluídas em nosso relatório de Responsabilidade de Fornecedor 2014, que lançamos em fevereiro. Nossos próprios especialistas auditaram essas instalações 16 vezes — mais recentemente, no mês passado.

Neste um ano desde a visita da FLA, temos trabalhado em estreita colaboração com o Quanta para conduzir melhorias significativas em áreas identificadas pela FLA e Apple. A Apple realizou quatro inspeções de acompanhamento em cima da auditoria anual de ambas as instalações a fim de garantir que as correções necessárias sejam postas em prática.

Este ano, até o final de julho, a Quanta teve uma média de 86% de conformidade com a nossa semana de trabalho de 60 horas. Excesso de horas extras não é do interesse de ninguém e vamos continuar trabalhando em estreita colaboração com a Quanta e nossos outros fornecedores para evitar isso.

Aos interessados, eis as avaliações feitas pela FLA:

Como a gente sempre fala, existem diversos problemas nessas parceiras da Apple — que, vale a pena lembrar, também são parceiras de outras gigantes do setor de tecnologia. Contudo, é muito interessante ver que a Maçã é uma das poucas que de fato tem tratado esse assunto de forma transparente.

Publicidade

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…