↪ Curiosidade: Apple pagou cerca de US$100 milhões pelo acordo com a banda U2 [atualizado 2x]

Tim Cook e Bono no evento especial da Apple

Tim Cook e Bono no evento especial da Apple

Publicidade

Para distribuir gratuitamente o álbum do U2, a Apple pagou a banda e a Universal uma taxa não especificada a fim de cobrir os royalties e compromissos com uma campanha de marketing com a banda de até US$100 milhões, de acordo com diversas pessoas informadas sobre o negócio. Esse acordo incluirá uma campanha global de televisão, sendo que a primeira parte foi o comercial exibido durante o evento.

Levando em consideração que o álbum foi distribuído gratuitamente para cerca de 500 milhões de pessoas, US$100 milhões foi uma “pechincha”, não é mesmo? Se você ainda não garantiu a sua versão gratuita de Songs of Innocence, não se preocupe. Você tem até o dia 13 de outubro para se cadastrar na iTunes Store — caso ainda não seja cliente da loja — e baixar a sua cópia. Após esse dia, a Universal começará a vender o álbum em diversas lojas (físicas e online), disponibilizando tudo também em serviços de streaming como Spotify, Deezer, etc. [NYTimes]

[via AppAdvice]

Atualização, por Rafael Fischmann · 12/09/2014 às 18:00

De acordo com o Re/code, foram baixadas pouco mais de 2 milhões de cópias do álbum até o momento — o que provavelmente inclui downloads automáticos. Por um lado o número é bom, por outro decepciona: a iTunes Store possui 500 milhões de usuários, então é o mesmo que dizer que apenas 0,4% deles baixaram até agora.

Atualização II, por Rafael Fischmann · 12/09/2014 às 18:08

Em uma entrevista concedida à Billboard, o gerente da banda, Guy Oseary, deu a entender que a distribuição gratuita desse álbum é só o começo de uma nova longa colaboração entre Apple e U2. Um dos projetos, o qual também deve ter o envolvimento de Jimmy Iovine (da Beats), tem a ver com inovação e a forma como pessoas consomem músicas.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…