Histórias de bastidores: como a Samsung acabou com uma possível parceria entre Apple e PayPal

Apple e PayPal

Antes de o Apple Pay ser anunciado, um rumor dizia que a Maçã estava conversando com o PayPal para integrar o serviço a ele — ou seja, além poder pagar com cartões de crédito, usuários poderiam também utilizar suas contas PayPal em compras feitas pelo Apple Pay.

Apple e PayPal

Bem, não foi o que aconteceu. Mas qual seria a pedra que entrou no meio do caminho dessa parceria? Eu dou um iPhone 6 uma bala Juquinha para quem acertar! Pensou? Acertou quem respondeu Samsung!

Isso mesmo, de acordo com o Bank Innovation, as conversas estavam caminhando até mesmo para que o PayPal fosse o serviço recomendado pela Maçã em transações via Apple Pay. Acontece que John Donahoe, CEO do eBay (empresa dona do PayPal), quis fazer uma parceria com a Samsung na qual usuários do Galaxy S5 poderiam utilizar o sensor de impressão digital do aparelho para fazer compras utilizando o PayPal como meio de pagamento.

Por mais que David Marcus, até então presidente do PayPal, tivesse sido contra a parceria com a sul-coreana, Donahoe venceu o cabo de guerra. Quando a Apple soube da parceria entre PayPal e Samsung… bem, aí é melhor eu nem explicar e utilizar apenas exatamente as palavras de Ian Kar, editor do Bank Innovation:

Disseram que a Apple ficou absolutamente furiosa que o PayPal fez o acordo com a Samsung, o que levou a empresa a cortar inteiramente o PayPal para fora do processo do Apple Pay. (Uma fonte disse: “A Apple chutou eles porta a fora.”) Essa confusão com a Apple foi uma das grandes razões que fizeram David Marcus deixar o PayPal e ir para o Facebook.

Imaginem, então, se Steve Jobs — conhecido por ser bastante genioso — ainda estivesse vivo… Dá até para entender, agora, o “tom” do PayPal neste anúncio veiculado recentemente.

[via MacRumors]

Posts relacionados

Comentários