Entenda como funciona o aplicativo Saúde (Health), nativo do iOS 8

App Saúde (Health), do iOS 8

Há alguns meses, antes mesmo de o iOS 8 ser liberado para todos, nós falamos do app Saúde (Health), uma das novidades do novo sistema operacional móvel da Apple.

Hoje temos uma quantidade enorme de apps focados em saúde e fitness, dos mais variados. Alguns servem “apenas” como contador de passos; outros, para monitorar o nosso sono; não é difícil, também, encontrar apps mais completos os quais permitem monitorar mais de uma coisa ao mesmo tempo, como passos, queima de calorias, exercícios físicos, etc.; tem até mesmo aqueles que trabalham junto de acessórios para nos fornecer dados como peso, índice de gordura corporal, frequência cardíaca, pressão arterial e por aí vai.

Dificilmente apenas um aplicativo desses satisfaz a vontade do usuário que gosta e quer monitorar a sua saúde de uma forma mais completa. A parte boa é que, como disse, existem várias soluções disponíveis na App Store; a ruim é que você precisa lidar necessariamente com diferentes soluções (apps e serviços) para ter esse panorama geral sobre o seu corpo.

O conceito

O app Saúde veio para tentar resolver justamente esse problema. Ele por si só faz muito pouco — pelo que testamos aqui, sozinho, o iPhone é capaz apenas de contar os passos (através do coprocessador M7/M8) e os lances de escada que você subiu (com o sensor barômetro de iPhones 6 e 6 Plus).

Mas é aí que entra a parte legal do Saúde: existe um mar de aplicativos que nos ajudam a monitorar a nossa saúde e as atividades físicas realizadas. Mas em vez de abrir cada um desses apps que você baixou para ter acesso aos respectivos dados, por que não centralizar tudo num local? Voilà!

É claro que, para isso, desenvolvedores precisam atualizar seus aplicativos, deixando-os compatíveis com o Saúde. Mas levando em consideração que a solução da Apple não ameaça em nada o negócio dos desenvolvedores — pelo contrário, na teoria o aplicativo chegou para somar —, podemos imaginar que a maioria oferecerá esse suporte. O conceito por trás do Saúde, então, é bem interessante e útil.

Como funciona na prática

O app em si é dividido em quatro partes: “Painel”, “Dados de Saúde”, “Fontes” e “Ficha Médica”.

App Saúde (Health), do iOS 8

Clique/toque para ampliar.

A “Ficha Médica” nada mais é do que um local para você colocar suas informações mais importantes (algumas vitais) para caso você sofra algum acidente na rua ou fique inconsciente e precise de atendimento médico. Com tudo devidamente preenchido, a opção “* ID Médico” aparece quando alguém toca em “Emergência” (na Tela Bloqueada do aparelho).

App Saúde (Health), do iOS 8

Por lá, mesmo com o aparelho bloqueado, é possível ligar para o contato de emergência e saber o seu tipo sanguíneo — dois dados importantíssimos no caso de um acidente ou algo parecido. É claro que a pessoa que for socorrer a outra precisa saber que essa ficha existe, mas a Apple fez o papel dela de disponibilizar tudo no iPhone.

A aba “Fontes” lista todos os aplicativos que você tem instalado no iPhone os quais fornecem ou puxam dados do aplicativo Saúde. É lá que você autoriza ou não cada um desses apps — é possível também controlar isso em Ajustes » Privacidade » Saúde, mas a Apple achou melhor colocar também essa opção dentro do app para facilitar as coisas.

Já a aba “Dados de Saúde” lista *todas* as informações que podem ser monitoradas pelo app Saúde. Existem duas formas de você monitorar esses itens: 1. através de algum aplicativo disponível na App Store, ou 2. inserindo dados manualmente.

Ao tocar num desses dados, temos quatro opções disponíveis: “Todos os Dados” (onde vemos tudo o que já foi monitorado desde item em questão), “Adicionar Ponto de Dados” (onde adicionamos informações manualmente), “Compartilhar Dados” (onde podemos também ajustar a interação do app Saúde com um determinado aplicativo) e “Mostrar no Painel” (ativando essa opção, o dado em questão aparece na aba “Painel”).

O “Painel”, como você pode imaginar, é onde ficam listados todos os dados destacados por você na aba “Dados de Saúde”. Você tem a opção de visualizar as informações por dia, semana, mês ou ano.

Como lidar com múltiplas fontes de um determinado dado

Você pode ter diversos aplicativos que monitoram a mesma coisa (por exemplo, passos).

App Saúde (Health), do iOS 8

Para dar prioridade a um deles, você deve entrar tocar no painel “Passos” e depois escolher a opção “Compartilhar Dados”. Perceba que existe uma ordem em “Fontes dos Dados”. Tocando em “Editar” (canto superior direito) você pode reordenar essas fontes, sendo que a primeira será priorizada.

Os problemas

Para começar, a Apple poderia já indicar alguns apps que suportam o Saúde assim que o usuário abrisse o app pela primeira vez. Ela faz isso, por exemplo, no Passbook, indicando aplicativos que utilizam a ferramenta para guardar tíquetes, ingressos, cartões de embarque/fidelidade, cupons, etc.

Mas a coisa é tão estranha que mesmo para usuários que já possuem apps integrados ao Saúde, ao abrir o aplicativo da Apple você não vê nenhuma informação. Seria bem mais interessante se, ao conectar um app de monitoramento de sono ao Saúde, por exemplo, o sistema já desse a opção de destacar esses dados na aba “Painel”. Mas não, você é obrigado a entrar nos “Dados de Saúde” e ativar manualmente tudo o que quer visualizar no “Painel”.

Um viés social é imprescindível para que esse ecossistema funcione. Imagine que você está fazendo aquela dieta e conseguiu perder 10kg! Ou que você se preparou durante um bom tempo e conseguiu completar a sua primeira maratona. Muita gente adora compartilhar esse tipo de “conquista”, mas pelo Saúde isso não rola. Por enquanto, nada de compartilhar gráficos ou informações específicas nas redes sociais — muitos podem pensar que a opção “Compartilhar Dados” é para isso, mas não.

A interação com o app também deixa a desejar. Depois de monitorar alguns dados por um determinado período, tudo o que você tem é um gráfico com bastante informação. A Apple não nos ajuda a interpretar isso de alguma forma. Seria ótimo, por exemplo, se o usuário pudesse informar o que ele quer fazer para ter uma vida mais saudável (perder 5kg em 2 meses; dar 10.000 passos por dia; ou dormir 8 horas por dia) e o app desse algum tipo de sugestão para que a tarefa pudesse ser realizada (evitar algum tipo de alimento; caminhar 30 minutos por dia; ir deitar mais cedo). Mas não, tudo o que você tem é um gráfico sem nenhum tipo de interação e motivação.

App Saúde (Health), do iOS 8

App Saúde (à esquerda) e UP (à direita).

Além disso, existem falhas. Eu, por exemplo, uso a pulseira UP e monitoro o meu sono por ela. Ainda assim, os dados captados pelo aplicativo oficial da Jawbone não vão de maneira nenhuma para o painel “Análise do Sono”. Pode ser um problema da API da Apple, pode ser um problema da implementação do app UP… não importa. O que interessa é que os dados não vão para o Saúde, por mais que tudo esteja devidamente conectado.

Navegar pelas centenas de opções que estão disponíveis em “Dados de Saúde” também é algo bem chato. Há, aqui, claramente um problema de design. Eu não sei como a Apple pode — e se vai — resolver isso. Mas a verdade é que o design escolhido para o app não joga a favor.

Apps compatíveis com o Saúde

Já existe uma boa quantidade de apps compatíveis com o Saúde, confira:


Ícone do app Fitbit Coach

Fitbit Coach

de FitStar, Inc.

Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 4.5.1 (274.6 MB)
Requer o iOS 10.0 ou superior

Ícone do app Strava - Correr e pedalar

Strava - Correr e pedalar

de Strava, Inc.

Compatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 144.0.0 (173.9 MB)
Requer o iOS 12.0 ou superior

Ícone do app Lark Health

Lark Health

de LARK

Compatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 4.11.0 (87.2 MB)
Requer o iOS 9.0 ou superior

Desculpe, app não encontrado.


Desculpe, app não encontrado.


Ícone do app Human - Activity Tracker

Human - Activity Tracker

de Mapbox, Inc.

Compatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 8.5.8 (68.4 MB)
Requer o iOS 9.0 ou superior

Ícone do app FitPort

FitPort

de Flask LLP

Compatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 3.0.0 (32.5 MB)
Requer o iOS 12.0 ou superior

R$ 10,90

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR


Desculpe, app não encontrado.


Ícone do app Sleepio

Sleepio

de Big Health Ltd

Compatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 1.8.13 (99.8 MB)
Requer o iOS 10.3 ou superior

Desculpe, app não encontrado.


Ícone do app Fitnet Workout Videos

Fitnet Workout Videos

de Fitnet Corporation

Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 5.0.3 (103.4 MB)
Requer o iOS 9.0 ou superior

Desculpe, app não encontrado.


Ícone do app Argus: Pedômetro, Perda Peso

Argus: Pedômetro, Perda Peso

de Azumio Inc.

Compatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 5.218 (217.7 MB)
Requer o iOS 11.0 ou superior

Ícone do app CARROT Fit

CARROT Fit

de Grailr LLC

Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 4.1.2 (41.9 MB)
Requer o iOS 10.0 ou superior

R$ 18,90

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR


Ícone do app Garmin Connect™

Garmin Connect™

de Garmin

Compatível com iPhones
Versão 4.29.1 (681.1 MB)
Requer o iOS 12.0 ou superior

Ícone do app Endomondo Sports Tracker

Endomondo Sports Tracker

de Endomondo.com

Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 18.10.1 (332.2 MB)
Requer o iOS 10.0 ou superior

Ícone do app Zova: #1 At Home Workout App

Zova: #1 At Home Workout App

de ZOVA

Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple WatchesCompatível com Apple TV
Versão 3.11.1 (236.9 MB)
Requer o iOS 10.0 ou superior

Desculpe, app não encontrado.


Ícone do app Omvana: Get In Flow

Omvana: Get In Flow

de Mindvalley Creations Inc.

Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 3.4.1 (217.3 MB)
Requer o iOS 11.2 ou superior

Desculpe, app não encontrado.


Desculpe, app não encontrado.


Ícone do app PEAR - Personal Fitness Coach

PEAR - Personal Fitness Coach

de PEAR Sports

Compatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 9.2.1 (115.5 MB)
Requer o iOS 12.0 ou superior

Ícone do app 7 Minute Workout

7 Minute Workout

de Bytesize

Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple TV
Versão 5.0.0 (32.1 MB)
Requer o iOS 12.0 ou superior

Ícone do app MyFitnessPal

MyFitnessPal

de Under Armour, Inc.

Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple WatchesCompatível com o iMessage
Versão 20.5.0 (203.2 MB)
Requer o iOS 12.0 ou superior

Ícone do app Yummly Recipes + Shopping List

Yummly Recipes + Shopping List

de Yummly

Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple TV
Versão 5.1.1 (245.1 MB)
Requer o iOS 12.0 ou superior

Ícone do app Noom

Noom

de Noom, Inc.

Compatível com iPhones
Versão 8.7.1 (205.2 MB)
Requer o iOS 10.3 ou superior

Ícone do app Lifesum: coma bem na dieta

Lifesum: coma bem na dieta

de Lifesum AB

Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple WatchesCompatível com o iMessage
Versão 10.3.0 (203.2 MB)
Requer o iOS 11.2 ou superior


Ícone do app My Macros+ | Diet & Calories

My Macros+ | Diet & Calories

de My Macros LLC

Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 2020.10 (183.4 MB)
Requer o iOS 11.0 ou superior

R$ 10,90

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR


Ícone do app Qardio saúde do coração

Qardio saúde do coração

de Qardio, Inc.

Compatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 1.88.1 (177 MB)
Requer o iOS 10.0 ou superior

Ícone do app WebMD: Symptoms, Doctors, & Rx

WebMD: Symptoms, Doctors, & Rx

de WebMD

Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 8.5.1 (137.2 MB)
Requer o iOS 10.0 ou superior

Desculpe, app não encontrado.


Desculpe, app não encontrado.


Ícone do app HealthyNow

HealthyNow

de Cerner Corporation

Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 4.0.1 (5.3 MB)
Requer o iOS 8.0 ou superior

Desculpe, app não encontrado.

Evolução

Apple WatchEu acredito que, com a chegada do Apple Watch, muita coisa mudará no app Saúde — ou ao menos deveria, já que este seria o local natural para visualizarmos as informações de saúde e fitness captadas pelo relógio. Se a Apple utilizar outra solução, outro local para visualizarmos tudo referente ao relógio…

Mas independentemente da chegada do Watch, o Saúde precisa ter vida própria e se tornar algo a mais do que um “simples” hub central para esse tipo de informação.

Como disse, é preciso ter mais interação. O app precisa se tornar mais do que um simples gerador de gráficos. É claro que há limites — com a tecnologia de hoje ainda não é possível prever quando um usuário terá um infarto (baseado nos dados alimentares, de frequência cardíaca, etc.). Mas já é possível facilmente enxergar pequenos problemas que podem ser corrigidos com uma simples mudança de rotina. E é esse tipo de coisa de que precisamos.

Posts relacionados

Comentários