Evento especial: iPad Air 2 e iPad mini 3 são lançados!

iPad Air 2 e iPad mini 3

O evento de hoje também serviu, é claro, para falar dos iPads.

iPad Air 2 e iPad mini 3

A Apple vendeu mais iPads nos primeiros quatro anos de vida do que qualquer outro iProduct na história — já foram mais de 225 milhões. Comparando o iPad com fabricantes de PCs, ele bate todas (Acer, Dell, HP e Lenovo) com folga. Mais importante do que números, o iPad tem consecutivamente ficado em primeiro lugar de satisfação de consumidores (100% de satisfação). E para continuar assim, a Apple apresentou hoje o iPad Air 2, o tablet mais fino já criado pela empresa (6,1mm; 18% mais fino do que o iPad Air).

Para isso, a Apple teve que “colar” o vidro do iPad ao LCD do produto. O display também conta com uma nova superfície anti-reflexiva. Internamente, o iPad Air 2 conta com o processador A8X (3 bilhões de transistores, CPU 40% mais rápida, GPU 2,5x mais rápida e uma arquitetura 64 bits de segunda geração). O coprocessador M8 também está lá, calibrando sensores e incorporando um barômetro ao iPad Air 2.

iPads Air 2 deitados e de lado

Apesar de ser ainda mais fino, a bateria tem a mesma duração que já estamos acostumados (10 horas de uso). A câmera iSight do novo tablet também foi melhorada. Ela tem agora 8 megapixels, pixels de 1,12u, abertura f/2.4 e faz vídeos em Full HD 1080p. Também é possível agora tirar fotos panorâmicas com até 43 megapixels, fotos no modo contínuo, timelapse, vídeos em câmera lenta (120 quadros por segundo em resolução HD 720p). O iPad Air 2 também tem dois microfones para melhorar a captação de áudio. A câmera FaceTime também foi melhorada: agora é HD, traz um novo sensor, abertura f/2.2, detecção melhorada de rostos, HDR com uma imagem única e HDR em vídeos, mais captação de luz, entre outras coisas.

iPads Air 2 de pé e de lado

O iPad Air 2 vem com Wi-Fi 802.11ac, até 2,8x mais rápido. O chip 4G LTE também está mais rápido e suporta até 20 bandas/150Mbps (assim como o iPhone 6). E a novidade mais esperada, talvez: o sensor Touch ID no Botão Inicial. O Apple Pay também está incorporado no iPad Air 2, mas apenas para compras online ou dentro de apps (nada de chip NFC nele, o que faz bastante sentido já que ninguém vai sacar um iPad da bolsa/mochila para fazer um pagamento, como no iPhone).

Como tradicionalmente faz, a Apple convidou desenvolvedores para mostrar o poder do novo aparelho. Quem subiu ao palco, desta vez, foi a equipe do Pixelmator, que finalmente será lançado para iPads! Quem também fez uma pequena demonstração foi o pessoal do app Replay (editor de vídeos).

O iPad Air 2 chegará às lojas na sexta-feira da semana que vem, nas cores cinza espacial, prateada e dourada. Os preços (lá fora) são os mesmo de antes (US$500, US$600 e US$700 para os modelos Wi-Fi; para os Wi-Fi + Cellular, basta adicionar mais US$130). As capacidades, porém, mudaram para 16GB, 64GB e 128GB (como nos iPhones).

iPad mini 3 de lado, segurado por mão

O iPad mini 3 também foi lançado pela empresa — ele é praticamente igual ao iPad mini com tela Retina (inclusive seu design), porém ganhou a cor dourada, o Touch ID e a novas opções de armazenamento. Os preços começam em US$400 para o modelo Wi-Fi e em US$530 para o Wi-Fi + Cellular. Os modelos antigos (iPad Air e iPad mini com tela Retina, assim como o iPad mini de primeira geração) também continuam à venda, com preços reduzidos.

Posts relacionados

Comentários