Bluesmart será a primeira mala de viagem conectada ao Apple Watch

Mala Bluesmart

Com a era dos vestíveis (wearables) se confirmando, muitas categorias de produtos estão se modificando e o próximo mercado que deverá ser atingido é o de malas de viagem. Bom, ao menos é o que a Bluesmart promete.

Mala Bluesmart

A mala foi lançada como um projeto no Indiegogo na semana passada e já arrecadou 1.000%(!) a mais do que havia sido solicitado, sendo que a campanha ainda vai até o dia 24 de novembro e as entregas começarão em julho de 2015. Mas o que ela tem de tão especial?

Eu já vi algumas malas que se conectam ao celular para informar se estão próximas do dono, mas esta vai além. A Bluesmart parece uma mala comum mas é cheia de recursos tecnológicos, como travas eletrônicas e sensores de localização e de luz, além de uma bateria interna capaz de dar seis cargas completas no seu querido iPhone.

Tudo isso é controlado através de um aplicativo (que será compatível com iOS e Android) que é o cérebro da mala. Ao se afastar muito dela, caso esteja aberta, o aplicativo manda o comando de fechar as travas da mala caso você a tenha deixado aberta. Ele irá notificá-lo se alguém tentar abri-la e você pode compartilhar o acesso com as pessoas nas quais você confia. Caso precise, o aplicativo exibe um mapa da sua localização até onde está a mala. Show!

Quando vamos viajar, as companhias aéreas têm limites de peso de bagagens. Até agora ou você confiava no seu taco com relação a isso ou ia atrás de uma balança para pesá-la, uma tarefa muito chata. A Bluesmart é pequena (55x35x23cm, medida aprovada pelas principais companhias aéreas) e com um bom volume (34L). Ela resolve o problema do peso com uma balança digital interna, assim você pode descobrir se o peso é o aprovado pela empresa aérea. Apenas puxe a alavanca e o app lhe dirá se você está na medida certa. 😛

Sejamos honestos: aeroportos não são os lugares mais seguros do mundo para gadgets, que diga o editor-chefe deste site. Na Bluesmart há um compartimento específico para esse tipo de equipamento na frente, a qual possui uma trava especial sincronizada com o app do celular, especialmente projetada para a proteção dos seu gadgets e com uma superbateria para você não ficar sem carga na hora de postar aquela foto no Instagram.

Agora, a coisa fica mais interessante ainda quanto ao futuro: a equipe da mala superconectada já prometeu o desenvolvimento de um aplicativo específico para o Apple Watch capaz de efetuar tudo o que o app do smartphone faz. Tá ficando interessante! 😀

O investimento em uma mala nesta fase de angariação financeira é de US$235 (com mais US$40 pelo frete internacional), sendo que os criadores do produto preveem que ele chegará ao mercado custando US$450.

Ah, e um adendo final: a mala possui uma chave comum, também. 😉

Posts relacionados

Comentários