Como um upgrade de memória e HDD transformou o meu MacBook Pro de 13 polegadas

MacBook Pro de 13 polegadas

por Alisson Paulinelli Rocha

Publicidade

Possuo um MacBook Pro de 13 polegadas (começo de 2011), um computador até hoje excelente — mesmo com seus bem vividos três anos de idade —, que atende perfeitamente às minhas necessidades e, acredito, a de muitos (talvez com exceção da turma de produção profissional de vídeos, fotos, etc.).

MacBook Pro de 13 polegadas

Como profissional de criação de sistemas na plataforma Windows para área bancária, fiquei curioso e decidi estudar um pouco o ambiente de desenvolvimento para iOS, o que me motivou a adquirir esse computador. Fiquei positivamente surpreso ao perceber o Xcode executando “leve”, mesmo com a configuração original que na época decidi não alterar: processador Intel Core i5, 4GB de RAM e HDD de 320GB.

Publicidade

Naturalmente, na medida em que Apple foi atualizando o OS X, fui percebendo o computador ficando um pouco “cansado”, mesmo tendo como hábito fazer a instalação limpa em cada upgrade anual do sistema. Esse cansaço ficou mais evidente com o OS X Mavericks (10.9). Fiz ao menos duas formatações ao longo do ano para recuperar um pouco do fôlego. Ao mesmo tempo, comecei a ouvir um preocupante barulho parecendo um “clique”, que ficava mais frequente quando eu movimentava o computador ligado — e isto me fez pensar que era um problema no HDD. Backups devidamente atualizados, sabendo que se tratava de um problema pontual e de uma degradação de performance natural, decidi que não seria hora de trocar o computador por causa destes “problemas”. Mas estava claro que era hora de fazer um upgrade de memória e HDD.

Upgrade da memória

Como eu já tinha verificado as especificações de memória no próprio sistema e nos sites de suporte da Apple, percebi que essa atualização seria relativamente simples. No entanto, restava um problema: onde comprar pentes de memória confiáveis e de boa qualidade, que não fossem produtos falsificados e não me trouxessem dores de cabeça? Apesar de achar que o upgrade faria bem ao sistema, isto não significa que ele estava ruim; e utilizar peças falsificadas ou de qualidade duvidosa, isto sim poderia deixar o sistema degradado.

Para a minha surpresa, eis que surgiu uma matéria no MacMagazine que caiu como uma luva para a minha necessidade. Além de reforçar as questões de compatibilidade e limites, aumentando a minha segurança para a troca, a boa notícia: a Loja MacMagazine passou a comercializar as memórias. Sem pensar duas vezes, adquiri dois pentes de 4GB para substituir os dois de 2GB originais.


Memória Kingston

Memória (RAM) para Macs

Preço: a partir de R$ 259,90
Fabricante: Kingston
Modelos: 1.333 MHz e 1.600 MHz (ambos DDR3)
Capacidades: 4 GB ou 8 GB (por pente)
Compatibilidade: alguns modelos de Macs

Botão - Comprar

Passados alguns dias, uma nova surpresa ao receber um email da equipe de vendas da Loja. Eles informaram que eu havia adquirido os dois últimos pentes de memória do estoque, e que um deles havia apresentado problemas nos testes feitos antes de enviar o produto ao consumidor.

Os motivos para ficar surpreso são vários. Infelizmente não é comum ver lojas testando produtos assim antes de enviar aos compradores; mais incomum ainda é admitir e ser transparente com o cliente, assumindo um problema desta ordem e oferecendo alternativas. Nota 1.000 para o profissionalismo da equipe da Loja MacMagazine! Fiz questão de ligar para eles (sim, apesar de ser uma loja online, há um telefone e se você ligar uma pessoa muito capacitada atende e você consegue conversar e resolver problemas) para agradecer e combinamos que eu aguardaria o próximo lote chegar para receber as memórias — algo que aconteceu algumas semanas depois.

Publicidade

Pentes de memória devidamente testados e entregues, fiz a instalação em menos de 10 minutos. Vamos aos testes: um Mavericks mais “leve”, apps carregando mais rapidamente, internet mais fluída, todo o sistema mais fluído… uma ótima retomada de fôlego. Mas o melhor ainda estava por vir.

Upgrade de HDD

Diferentemente do que aconteceu com as memórias, fiquei um pouco confuso ao perceber a gama gigante de opções de marcas, tamanhos e tipos de HDD, além é claro das questões sobre compatibilidade. Um HDD de 7.200RPM iria funcionar em um sistema cujo original é de 5.400RPM? Os padrões SATA de hoje são os mesmos de três anos atrás? Valeria a pena investir em um SSD, que há pouco tempo era muito caro mas que agora já melhorou um pouco?

Nas longas pesquisas que fiz sobre o assunto, vi muita gente dando relatos impressionantes sobre os ganhos de performance após upgrades de discos rígidos para drives de estado sólido e fiquei realmente curioso. Se aqueles relatos fossem mesmo reais, a máquina como um todo iria ficar melhor do que quando era nova! Será que isso é possível?

Publicidade

Próximo passo: decidir marca e tamanho. Conversando com um professor de um curso de iOS, também usuário de um MacBook idêntico ao meu, ele me recomendou um Crucial MX100. Encontrei e comprei um de 512GB que viria a ser uma surpresa positiva muito além das minhas expectativas. Um amigo traria este equipamento para mim dos Estados Unidos e, antes de chegar, eis que o MacMagazine publicou outra matéria coincidentemente falando exatamente sobre esse assunto — o que me deixou novamente ainda mais confiante de que havia tomado a decisão certa.


SSD da Kingston

Kit SSD para Macs

Preço: a partir de R$ 449,90
Fabricante: Kingston
Capacidades: 120 GB, 240 GB ou 480 GB
Compatibilidade: alguns modelos de Macs

Botão - Comprar

·   ·   ·

Feito o upgrade e a reinstalação limpa do OS X Mavericks, o próximo passo foi iniciar os testes. Imediatamente percebi que, para minha grata surpresa, o temido “clique” desapareceu — confirmando as minhas suspeitas de que a origem dele estava mesmo no HDD —, e o melhor de tudo:

  • Sistema ligando ou reiniciando em menos de 10 segundos; é tão rápido que às vezes eu penso que o computador está hibernando, e não desligado!
  • Aplicativos abrindo quase que instantaneamente.
  • Duração da bateria, que sempre foi muito boa, agora está ainda melhor.
  • Fluidez total. Tudo está funcionando melhor e a sensação é de estar usando um computador novo.
  • Sistema mais silencioso e que aquece menos.

Eu não poderia imaginar que esse upgrade iria trazer tantos benefícios assim! Não utilizei nenhuma medição técnica, ferramentas específicas ou algo parecido; falo apenas da percepção clara de um usuário de MacBook que viu seu sistema dobrar de velocidade após um upgrade de HDD para SSD.

O sistema ficou completamente renovado em termos de desempenho, performance e economia. Não somente os equipamentos, mas toda a experiência ficou renovada — além da certeza de que o sistema está pronto para os próximos, pelo menos, três anos. Um investimento mais do que recomendado e que, sem dúvida, vale cada centavo!

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…