O triste fim do iPhone 5c

iPhones 5s e 5c

por Gustavo Jaccottet Freitas (advogado)

Sou um simples entusiasta da Apple. Quando acompanhei o lançamento dos iPhones em 2013, fiquei estupefato com a descontinuação do iPhone 5. Como sabemos, em seu lugar a Apple lançou dois novos modelos: um topo-de-linha (iPhone 5s) e um intermediário (iPhone 5c). Ao que parecia, se tratava de um aparelho mal acabado e extremamente apelativo, pois da mesma maneira que se pedia para a Maçã colocar no mercado aparelhos com telas maiores, havia uma parte dos consumidores que clamava por aparelhos coloridos.

iPhones 5s e 5c

Ao ler os rumores — publicados em diversos portais, como o MacRumors — de que a Apple vai encerrar a produção do iPhone 5c já em 2015 (sem especificar em que trimestre isso vai ocorrer), passei a refletir sobre alguns fatores imprevisíveis à Maçã. Talvez o principal deles tenha sido o sucesso dos aparelhos da Motorola — especialmente o Moto G, que apresenta um hardware intermediário mas capaz de competir em pé de igualdade com o iPhone 5c.

Outro elemento que me chamou a atenção foi um suposto preconceito por parte dos usuários mais conservadores em trocar um produto feito de alumínio anodizado por um com parte da carcaça em policarbonato e sem a opção de cores diferenciadas em volta do display (apenas a parte traseira e as laterais dos iPhones 5c são coloridas, enquanto que a parte frontal de todos eles é preta).

Eu possuo um iPhone 5c azul e confesso que o aparelho me agradou — e ainda me agrada. Apesar de ele possuir um hardware de 2012 (praticamente igual ao do iPhone 5, com algumas pequenas melhorias internas), há o suporte à rede 4G existente no Brasil. Além disso, o material “inferior” do 5c é extremamente resistente ao ponto de eu estar com o aparelho há mais de um ano e não ter precisado de case e/ou película.

Escrevo este pequeno artigo não como um manifesto contrário à Apple pela iminente “morte” do iPhone mais simpático que já integrou o rol dos smartphones da Maçã, mas confesso que gostaria de ver modelos de iPhones em mais cores que não cinza espacial, prateado e dourado.

Como havia dito acima, sou um simples entusiasta da Apple e estou extremamente satisfeito com o meu iPhone 6 de 64GB prateado. Mas quando olho para a bancada e vejo o meu iPhone 5c azul, que remete ao meu time do coração (Grêmio), fico com um certo dó. Parte da simpatia do iPhone vai se esvair com ele…

Posts relacionados

Comentários