Manifestantes invadem a sede da Apple para pedir equiparação salarial

Sede da Apple (1 Infinite Loop)

Mais de 100 pessoas “invadiram” o campus da Apple (em 1 Infinite Loop — na cidade de Cupertino, na Califórnia) a fim protestar por melhores condições de trabalho para os prestadores de serviço da empresa, de acordo com o jornal San Jose Mercury News.

Sede da Apple (1 Infinite Loop)

Mobilizados pelo United Service Workers West (que representa mais de 40.000 zeladores, agentes de segurança, trabalhadores de serviços de aeroporto e outros trabalhadores de serviços de propriedade em toda a Califórnia) e pelo reverendo Jesse Jackson, os trabalhadores chamaram a atenção para o amplo uso de pessoas contratadas no Vale do Silício as quais realizam muitas tarefas nos próprios campi corporativos, porém muitas vezes ganhando bem menos do que os empregados do setor de tecnologia.

Os protestantes também entregaram uma petição assinada por 20.000 pessoas, apelando para que a Apple lidere uma mudança por melhores condições de trabalho para essas pessoas no Vale. Os manifestantes também carregavam cartazes com os seguintes dizeres: “Enquanto a Apple foge dos impostos, nós pagamos o preço.”

[via Business Insider]

Posts relacionados

Comentários