Apple e Ericsson não conseguem entrar em acordo e se processam nos Estados Unidos

Antena 4G (LTE)

Mais uma briga daquelas está para começar. De um lado, a americana Apple; do outro, a sueca Ericsson. Ambas estão se processando na Califórnia (nos Estados Unidos) por conta de patentes ligadas ao setor de telefonia.

Publicidade

Antena 4G (LTE)

Antena 4G (LTE), via Shutterstock.

Apple vs. Ericsson

De acordo com a Reuters, a Maçã alega que as patentes da tecnologia LTE (4G) da empresa sueca não são essenciais para os padrões da indústria de telefonia e que estaria exigindo royalties excessivos por elas.

Publicidade

Para completar, a Maçã disse que a Ericsson está calculando os royalties pegando uma porcentagem de todo o mercado de smartphones/tablets, quando na verdade deveria se basear no valor do chip que conta com a tecnologia LTE. Se por um acaso o tribunal considerar as patentes da Ericsson essenciais e que a Apple as infringiu, os advogados da empresa querem que o próprio tribunal atribua uma taxa de royalties razoável.

Nós sempre estamos dispostos a pagar um preço justo para garantir os direitos de patentes de padrões essenciais que cobrem tecnologias [utilizadas] em nossos produtos. Infelizmente nós não fomos capazes de concordar com a Ericsson em um preço justo para as suas patentes e, como último recurso, estamos pedindo ajuda ao tribunal.

Kristin Huguet, porta-voz da Apple.

Ericsson vs. Apple

Também de acordo com a Reuters, a Ericsson está processando a Maçã pois afirma que a licença para que ela pudesse utilizar suas patentes em smartphones e tablets já expirou, e que, mesmo após dois anos de negociações, um novo acordo não foi costurado. Por conta disso, a Ericsson quer que o tribunal determine se a sua oferta de licença para a Apple é justa.

Temos tentado negociar um novo acordo. Chegamos à conclusão de que é necessária a ajuda de um terceiro.

Kasim Alfalahi, chefe de propriedade intelectual da Ericsson.

Se tudo der certo para a Ericsson, analistas calculam que a Apple terá que pagar algo entre US$250 e US$750 milhões anualmente para ela — valor baseado nos números de vendas de aparelhos da Maçã.

Publicidade

·   ·   ·

A Ericsson é a maior fabricante de equipamentos de rede móvel do mundo, à frente da Huawei e da Nokia. Seu portfólio conta com cerca de 35.000 patentes as quais cobrem tecnologias 2G, 3G e 4G.

[via iDownloadBlog]

Publicidade

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…