Tim Cook participará da cúpula de segurança cibernética da Casa Branca

O CEO da Apple participará da cúpula de segurança cibernética da Casa Branca, que acontecerá na sexta-feira (13/2) na Universidade de Stanford (Califórnia).

No evento, é esperado que a Casa Branca revele os próximos passos da ação executiva sobre cibersegurança — a cúpula reunirá executivos de tecnologia, acadêmicos e funcionários do governo para discutir formas em que o governo pode colaborar melhor com o setor privado em iniciativas de segurança cibernética.

De acordo com o TheHill, Tim Cook debaterá sobre o imbróglio envolvendo criptografia, empresas de tecnologia e agentes da lei (de um lado, o governo que ter acesso a dados sensíveis de usuários; do outro, empresas teoricamente lutam para proteger tais informações).

Joe Demarest, diretor do FBI, também falará — obviamente contrapondo Cook, explicando os motivos pelos quais agencias governamentais estão pressionando o congresso americano para que se criem leis as quais garantam o acesso a esses dados.

O assunto é importante. Para termos uma ideia, David Cameron (primeiro-ministro do Reino Unido) afirmou no início do ano que considera proibir o uso de apps/serviços de mensagens (como iMessage, WhatsApp, etc.) os quais são criptografados. Isso porque, caso precise, o governo não tem acesso a esses dados e acaba ficando “de mãos atadas” na luta contra o terrorismo.

As afirmações de Cameron foram feitas logo após os ataques à sede do jornal francês Charlie Hebdo e tiveram o apoio de Barack Obama, presidente dos EUA.

[via 9to5Mac]

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários