Apple investirá US$848 milhões em uma usina solar capaz de gerar energia para 60.000 casas

Usina solar da Apple

Tim Cook participou ontem da Conferência de Tecnologia e Internet do Goldman Sachs — repetindo algo que ele fez em 2013. A presença de um executivo da Apple em qualquer evento já gera uma certa expectativa por novidades, imagine então quando estamos falando do CEO da empresa! Sabendo disso, Cook aproveitou para falar um pouco dos planos da Maçã — e um deles é megalomaníaco.

Publicidade

Usina solar da Apple

Uma das atuais usinas solares da Apple.

A nova empreitada gigantesca da Apple acontecerá na Califórnia, onde a empresa construirá uma usina solar de 300 acres (1.214.056m²), capaz de fornecer energia para 60.000 casas! Essa usina ficará localizada em Condado de Monterey, ao sul do atual — e do futuro — campus da Apple.

Publicidade

Estamos fazendo isso porque é a coisa certa a se fazer, mas você também pode estar interessado em saber que isso é algo bom financeiramente [falando]. Nós esperamos uma economia significativa pois temos um preço fixo para a energia renovável, e há uma grande diferença entre esse preço e o da energia “suja”.

Tim Cook, CEO da Apple na Conferência de Tecnologia e Internet do Goldman Sachs 2015.

A parceira da Apple neste projeto é a First Solar, responsável por todo o aparato para que o projeto saia do papel. A usina fornecerá energia para o Apple Campus 2, todas as 52 lojas californianas da empresa e o data center localizado em Newark pelos próximos 25 anos (tempo mínimo do contrato firmado entre as empresas — algo inédito no mercado, diga-se). O projeto custará para a Maçã US$848 milhões e gerará 280 megawatts — a Apple utilizará 130mw, enquanto os outros 150mw serão vendidos para a Pacific Gas & Electric.

As obras começarão no meio de 2015 e devem terminar no fim de 2016.

[via AppleInsider, MacRumors]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…