Para Tim Cook, Apple Watch será o primeiro relógio inteligente de verdade do mercado

Apple Watch branco, de frente e de lado

Na semana passada Tim Cook participou da Conferência de Tecnologia e Internet do Goldman Sachs. Foi nela que ficamos sabendo, por exemplo, sobre o novo projeto megalomaníaco da empresa (uma usina solar de US$848 milhões, capaz de gerar energia para 60.000 casas). Os assuntos abordados no evento, porém, foram muitos, e o Apple Watch não ficou de fora.

Apple Watch branco, de frente e de lado

Gary Cohn (COO do Goldman Sachs) perguntou a Cook o que torna o Watch diferente dos outros relógios que já estão aí no mercado. O CEO da Apple respondeu que enxerga isso tudo de forma muito parecida com a indústria dos MP3 players [destaque nosso]:

Se você pensar na indústria do MP3, nós não fomos a primeira empresa a fazer um MP3 player, havia muitas fazendo isso. Eles não foram muito usados. Eles eram fundamentalmente difíceis de usar — a interface do usuário era ruim e você quase precisava de um PhD para usá-los. Eles não são memoráveis.

[…] Eu vejo a categoria de relógios inteligentes muito parecida com isso. Há várias coisas que são chamadas de relógios inteligentes, mas eu não tenho certeza de que você poderia nomear um deles assim. Não houve um que mudou a forma como as pessoas vivem suas vidas. Na Apple, esse é o nosso objetivo. Queremos mudar a maneira como você vive a sua vida.

De fato a Apple pensa e consegue executar esse objetivo como poucas (Macintosh, iPod, iPhone e iPad estão aí como prova indiscutível disso). Para Cook cada um descobrirá, do seu próprio modo, como o Watch se tornará indispensável no dia-a-dia — o tornando então uma nova “revolução” na maneira como vemos e utilizamos um relógio.

Apple Watch Sport

As opções de design do Watch, o visual “fantástico” e as novas formas de comunicação que ele oferece foram destacadas por Cook. Falando especificamente de como ele próprio utiliza o Watch, o CEO da Apple afirmou que usa muito a Siri, as funções fitness e o lembrete de sempre se levantar após um determinado período sentado. Segundo Cook, muitos médicos acreditam que ficar sentado por muito tempo é o novo câncer. E como atividade física é algo bom para todos nós, o relógio faz a sua parte muito bem neste ponto.

Ele também lembrou que o Watch contará com sua própria loja de apps e que isso fará toda a diferença lá na frente, quando desenvolvedores colocarem suas ideias em prática e transformarem o mercado — como aconteceu assim que a App Store foi lançada para iPhones, em 2008.

O Apple Watch será lançado em abril, então teremos em algum momento (quem sabe em março) um evento para falar sobre muita coisa que ficou sem resposta quando a Apple apresentou o produto em setembro de 2014. Pois eu acredito fortemente que, além dessas informações, veremos também algumas boas novidades do relógio que Cook e sua equipe propositadamente deixaram de fora da primeira apresentação.

[via MacRumors]

Posts relacionados

Comentários