Alguns dos melhores hospitais americanos estão apostando no HealthKit, da Apple

App Saúde

Para alguns (e eu me incluo nessa), pode parecer que o app Saúde (Health) ainda não mostrou seu potencial, mas isso não quer dizer o conceito por trás dele não tenha decolado.

App Saúde

De acordo com a Reuters, a tecnologia da Apple está se espalhando rapidamente entre os principais hospitais americanos e mostrando que existe, sim, o interesse em explorar uma maneira de baixo custo para monitorar pacientes remotamente.

A matéria afirma que 14 dos 23 melhores hospitais contatados pelo veículo disseram que colocaram em prática — ou pretendem adotar — um programa piloto para o HealthKit (que funciona como uma espécie de repositório de informações de saúde tais como pressão arterial, peso e frequência cardíaca, etc. — tudo gerado pelo próprio paciente).

Falando especialmente de pessoas diabéticas e hipertensas, definitivamente o app Saúde é um aliado já que, através de acessórios, esses pacientes podem captar informações de glicose/pressão, armazenar no aplicativo e compartilhar tudo com seus médicos de uma maneira relativamente simples. Segundo a Apple, mais de 600 desenvolvedores já integraram seus apps ao HealthKit.

A Reuters informa ainda que as soluções médicas do Google e da Samsung também estão sendo avaliadas e testadas pelos hospitais, mas aparentemente o HealthKit já está mais bem estabelecido. Vamos torcer para que a Apple melhore bastante a interação com o app Saúde e até mesmo o compartilhamento desses dados — algo imprescindível para que o recurso se torne um sucesso também do lado do usuário.

[via 9to5Mac]

Posts relacionados

Comentários