Apple substituirá a AT&T no índice financeiro Dow Jones a partir do dia 18 de março

Gráfico

Em 2012 nós comentamos que a Apple poderia entrar para o índice Dow Jones. Na época, comentamos que muito provavelmente a empresa teria que fazer uma divisão das ações (split) por conta da discrepância que havia entre o seu valor de mercado e o preço das ações frente a outras empresas.

Gráfico

Gráfico, via Shutterstock.

A tal da divisão veio em meados de 2014 e, agora, conforme divulgou a Reuters, a Maçã finalmente entrará para o índice no lugar da AT&T (que faz parte do Dow Jones há mais de 100 anos!) — o que é no mínimo irônico, levando em consideração que a operadora foi a primeira grande parceira da Apple no lançamento do iPhone, produto que é sem dúvida o maior responsável por a Maçã estar onde está hoje.

O Dow Jones é o índice de ações mais antigo dos EUA, publicado em 1896. Seu tamanho compacto — apenas 30 nomes — e sua missão de refletir a economia dos EUA significa que ele tem uma familiaridade para os pequenos investidores que outros índices, os quais cobrem a maior parte do valor de mercado, não têm.

Eis as 30 empresas que fazem parte do índice atualmente (em ordem alfabética):

  1. 3M
  2. American Express
  3. AT&T (dará lugar à Apple)
  4. Boeing
  5. Caterpillar
  6. Chevron
  7. Cisco
  8. Coca-Cola
  9. Disney
  10. E I du Pont de Nemours and Co.
  11. Exxon Mobil
  12. General Electric
  13. Goldman Sachs
  14. Home Depot
  15. IBM
  16. Intel
  17. Johnson & Johnson
  18. JPMorgan Chase
  19. McDonald’s
  20. Merck
  21. Microsoft
  22. Nike
  23. Pfizer
  24. Procter & Gamble
  25. Travelers Companies
  26. United Technologies
  27. UnitedHealth
  28. Verizon
  29. Visa
  30. Walmart

A troca (saída da AT&T e entrada da Apple) acontecerá após o término das negociações do dia 18 de março.

Posts relacionados

Comentários