Tim Cook afirma para empregados da Apple que o Watch começará a ser vendido nas lojas em junho

Tim Cook esteve recentemente na China e conversou com diversos empregados da Apple na sede da companhia, atualizando-os sobre alguns pontos interessantes acerca das operações da Maçã no país.

Publicidade

Parte dessa conversa cobriu, é claro, o Apple Watch. Cook disse que não poderia estar mais feliz com o lançamento e que a empresa está trabalhando a todo vapor para conseguir produzir o máximo possível de unidades — algo esperado e natural. Ainda que não tenha especificado uma data, o executivo informou que o Watch começará a ser vendido nas lojas da Apple em junho — e que isso inclui as Retail Stores chinesas.

Eu amei a nova Apple Store – West Lake!
Aqui estou eu com @lisapjackson em uma bela noite em Hangzhou.

Publicidade

Cook não foi para a China sozinho; com ele, estavam também Eddy Cue (vice-presidente sênior de softwares e serviços para internet) e Lisa Jackson (vice-presidente de iniciativas ambientais).

Aqui estamos em um workshop do Apple Watch com o convidado
surpresa @tim_cook e algumas centenas de novos amigos.

Publicidade

O motivo da ida de Cue tem a ver justamente com o Apple Pay — ele foi se reunir com possíveis parceiros para o serviço de pagamento móvel no país. Como a coisa envolve muitas empresas e bancos, não é algo simples de ser implementado, mas Cook acredita que as coisas estão melhorando e que o serviço poderá ser lançado na China em breve.

Perguntando se a China um dia superará os Estados Unidos em faturamento para a empresa, Cook disse que isso não é mais uma questão de “se”, mas de “quando”. A Apple já vende mais iPhones e iPads na China do que em qualquer outro lugar do mundo, mas as vendas de Macs, aplicativos, músicas, filmes e tudo relacionado ao ecossistema da iTunes/App/iBooks Store ainda é maior nos EUA.

Ele também comentou sobre a recém-criada conta na rede social chinesa Weibo, dizendo que tudo foi ideia de Steve Dowling (atual vice-presidente de comunicações da Apple) e que a usará, assim como já utiliza sua conta no Twitter, para fazer anúncios relacionados à Apple (uma espécie de comunicado para a imprensa, porém mais informal).

Publicidade

[via 9to5Mac: 1, 2]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…