Review: fones de ouvido sem fio BackBeat GO 2, da Plantronics

Nas últimas semanas, tive a oportunidade de experimentar os fones de ouvido BackBeat GO 2, da Plantronics. Embora a fabricante não o apresente como tal, trata-se de um belo concorrente para o Powerbeats2 Wireless, da Apple/Beats, do qual sou usuário há alguns meses.

Publicidade

BackBeat GO 2, da Plantronics

Meu principal uso para esse tipo de fone é ouvir música enquanto estou na academia. Desde que recebi o BackBeat, “aposentei” o Beats e usei ele intensivamente durante vários dias.

A seguir, vocês conferem o que achei do produto.

Design

A Plantronics vende o BackBeat GO 2 em duas cores: preta e branca. O modelo que eu recebi foi o preto, tal como mostra a imagem a seguir:

BackBeat GO 2, da Plantronics

É um produto bonito, feito de materiais de qualidade e com um cabo flat. Este é um ponto que me agradou bastante e que me incomodava muito no Powerbeats2 Wireless. Mesmo eu podendo ajustar o comprimento do fio do Beats, muitas vezes o cabo fica colando na minha nuca — local onde suo bastante. Com o BackBeat GO 2, isso não aconteceu nenhuma vez.

Publicidade

Um pouco abaixo do fone direito, o cabo conta com um controle de três botões: mais, quadrado e menos. Logo atrás da oliva, uma pecinha de silicone giratória (estabilizador) permite que você a posicione de forma a segurar ainda melhor os fones, já que ele não tem aquela pecinha de plástico que vai por cima da orelha como o Powerbeats2. O fone direito esconde por trás de uma pecinha de borracha a porta micro-USB para recarga.

O fone, que pesa apenas 14 gramas, oferece proteção à prova de transpiração P2i. Por enquanto, nenhum problema por aqui — e eu transpiro para caramba.

O que vem na caixa?

Há algumas semanas, publiquei no nosso canal do YouTube um vídeo de unboxing do produto:

Publicidade

O produto vem com o cabo micro-USB»USB para recarga, adaptador de tomada e três pares de olivas (pequeno, médio e grande).

Emparelhamento

Na primeira vez em que você vai usar o BackBeat GO 2, ele automaticamente entra em modo de emparelhamento. Depois é só ir em Ajustes » Bluetooth do iPhone e tocar no nome dele. Simples, assim.

Ajustes de fone Bluetooth no iPhone

Nas próximas vezes em que você for usar os fones com o mesmo iPhone, a conexão é feita automaticamente assim que ele é ligado. E você pode emparelhá-lo sem problemas com até oito(!) dispositivos diferentes.

O BackBeat GO 2 funciona via Bluetooth 2.1 + EDR (com alcance de até 10 metros), com A2DP para transmissão de áudio e AVRCP para controles de música.

Controles

Toda a operação do BackBeat GO 2 é feita pelo controle no meio do fio. Para ligá-lo, basta tocar e segurar por alguns segundos no botão quadrado central. Quando ele está ligado e você faz isso a Siri é ativada, a menos que você segure por mais tempo — aí sim, ele desliga.

Os botões de mais e menos funcionam diferente do Beats, que por sua vez é igual aos EarPods da Apple. No BackBeat GO 2, você controla o volume para cima e para baixo clicando consecutivas vezes nos botões. Se tocar e segurar, você avança ou retrocede faixas.

Como eu costumo deixar o volume constante nos fones e basicamente só uso o controle para avançar faixas de vez em quando, achei esse método melhor. Nos fones Beats/Apple, para avançar uma faixa você tem que dar dois cliques no botão central — o que não é muito prático, ainda mais quando você pula algumas faixas seguidas.

Bateria

De acordo com a Plantronics, o BackBeat GO 2 oferece uma autonomia de até 4,5 horas para ouvir músicas, 5 horas de conversação, 10 dias em espera e 180 dias em modo sleep. Sua bateria é recarregada em 2,5 horas. Comparativamente, o Powerbeats2 Wireless promete 6 horas no geral.

Pude sentir essa diferença na prática. Costumo usar os fones três vezes por semana na academia, durante 1h-1h30. Com o Beats eu sempre chegava ao final da semana com a bateria baixa, mas não me lembro de ela ter acabado enquanto eu me exercitava. Com o BackBeat GO 2, isso aconteceu duas vezes.

Ainda assim, é uma autonomia suficiente e, se você não esquecer de recarregá-lo, não terá problemas.

Conversação

Assim como qualquer fone Bluetooth que se preze, o BackBeat GO 2 também serve para atender chamadas. Quando o iPhone toca, a música pausa automaticamente e você pode apertar o botão central quadrado uma vez para atendê-la ou duas para negá-la.

A qualidade é razoável, mas o microfone dele — a Plantronics diz ser MEMS, com DSP — é claramente inferior ao do Powerbeats2 Wireless pelas reclamações que tive de algumas pessoas que não conseguiam me ouvir bem. Talvez num ambiente silencioso (a academia tem música ambiente) ele se saia melhor, mas mesmo lá eu não tinha problemas com o Beats.

Qualidade do som

O BackBeat GO 2 possui dois drivers dinâmicos de 6mm, resposta de frequência 20-20.000Hz, distorção harmônica total <5% e sensibilidade 104 dBspl/mW @1kHz. Fiz questão de colocar as especificações técnicas acima porque eu não sou especialista em fones e não sei analisá-los de maneira profissional. Mas comparei o BackBeat GO 2 lado a lado com o Powerbeats2 Wireless e achei a qualidade de ambos bastante compatível, com o da Plantronics oferecendo até um pouco mais de graves. Definitivamente não é o melhor fone para quem busca uma experiência primorosa para curtir música, mas a qualidade é absurdamente satisfatória para quem busca um fone prático para usar enquanto pratica exercícios.

Preço e disponibilidade

O BackBeat GO 2 está à venda no Brasil nas lojas físicas da Apple no Rio de Janeiro e em São Paulo, com preço sugerido de R$600. Lá fora, ele sai por US$80 ou, se quiser a versão com uma case para recarga, por US$100.

O preço por si só já é uma grande vantagem em relação ao Powerbeats2 Wireless, que sai por US$200 nos Estados Unidos. Além disso, embora ele já tenha sido homologado pela Anatel, por ora não é vendido oficialmente no Brasil.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…