Apple abrirá mais uma belíssima Retail Store em Nova York; loja da Quinta Avenida fechará para reformas

Uma nova loja da Apple será inaugurada em Nova York neste sábado, 13 de junho, às 9 horas da manhã (horário local). A Apple Retail Store – Upper East Side está localizada na esquina da Avenida Madison com a rua 74, a exatamente 16 quarteirões da famosa loja da Quinta Avenida.

O prédio, de 1920, era um banco (Mortgage & Trust) e foi totalmente recuperado pela Maçã; a porta de entrada, escadas e outras partes da arquitetura são feitas de mármore Botticino, o mesmo mármore italiano usado na Grand Central e na Penn Station em Nova York (e que foi originalmente usado no banco). Seis candelabros de metal — reproduzidos para coincidir com os originais de fotografias antigas — enfeitam o teto; no subsolo, o cofre fortemente armado, com uma porta de aço maciço atrás de um conjunto de barras de aço, leva a um quarto para clientes VIP, reuniões, etc.

O interior da loja é bem diferente daquelas de shopping que estamos acostumados a ver. Mais do que isso, além da diferenciação na arquitetura como um todo, a própria forma como a Apple resolveu disponibilizar seus produtos para degustação dos clientes está bem diferenciada1 (repare nas fotos compartilhadas pelo TechCrunch como as cases e os fones estão dispostos de uma forma muito mais bacana).

Mas não pensem que isso de alguma forma indica um novo padrão que será seguido em todas as lojas. De acordo com a Associated Press, tudo faz parte do esforço da Apple para manter suas lojas distintas — não apenas de outros varejistas, mas uma das outras. Segundo Angela Ahrendts (vice-presidente sênior das lojas físicas e online da Apple), isso não é diferente da forma como usuários da Apple fazem downloads de diferentes aplicativos e personalizam seus telefones de diferentes formas.

Em shoppings, como já falamos, a coisa tende a ser um pouco mais padronizada; já em alguns estabelecimentos a Apple tenta se mesclar ao máximo com a arquitetura do local — vide esta loja, a Grand Central (também em Nova York, EUA), a Brisbane (na Austrália) a Opéra (em Paris, França), a Kurfürstendamm (em Berlim, Alemanha), a Amsterdam (na Holanda), a Passeig de Gràcia (em Barcelona, Espanha) e por aí vai…

Apesar de belíssima, a loja tem cerca da metade do tamanho da maioria das outras e foi projetada principalmente para os moradores locais e empresas que necessitam de um reparo ou treinamento.

Reforma na Quinta Avenida

Enquanto essa abre, a loja da Quinta Avenida fechará para reforma — e será temporariamente transferida para a famosa loja de brinquedos FAO Schwarz, bem próxima, que fechará as suas portas. Ela e outras cerca de 20 (nos EUA) passarão por esse tipo de intervenção ou deixarão seu atual local, mudando para um maior (como a Apple Retail Store – San Francisco). Segundo Ahrendts, 60% das lojas americanas precedem o iPhone e atualmente não comportam o número de visitantes. Por isso algumas dobrarão de tamanho — e essa mudança não deixa de ser uma ótima oportunidade para repensar o design delas.

Como curiosidade, a Apple publicou uma galeria de fotos tiradas com iPhones do bairro onde essa nova loja abrirá as portas no sábado. Vale a pena passear por elas. 😉

[via 9to5Mac]

Posts relacionados

Comentários