Apple traz suporte total a TRIM para SSDs de terceiros no OS X Yosemite 10.10.4

OS X Yosemite rodando no MacBook Pro

Falamos sobre TRIM recentemente, ao discutir sobre o uso de SSDs de terceiros no lugar de HDDs vindos de fábrica em certos modelos de Macs. No artigo de junho citamos o fato de que a funcionalidade não era oficialmente suportada em SSDs adquiridos no mercado pelos usuários, indicando que ela só poderia ser habilitada através de hacks em arquivos do sistema.

Eis que isso acaba de virar coisa do passado com o OS X Yosemite 10.10.4. Na atualização lançada na última terça-feira, a empresa incluiu um utilitário oficial para habilitar TRIM em SSDs de terceiros via linha de comando. Basta abrir uma janela do Terminal, digitar sudo trimforce enable e confirmar quando solicitado. O seu computador deverá ser reiniciado após o comando ser executado, mas, além disso, não há mais nada a se fazer nem para instalar.

TRIM no OS X 10.10.4

O Ars Technica usou dois Macs com SSDs adquiridos no mercado para testar a novidade e não encontrou problemas. Todavia, o comando emite um alerta para que os usuários estejam atentos ao suporte do recurso junto à fabricante do drive adquirido, ao qual a Apple não faz garantias sobre o seu uso em produtos não-suportados. Isso não deve ser um problema em SSDs vendidos atualmente, em que o suporte a TRIM é padronizado até mesmo para sistemas operacionais Windows e Linux.

Dias antes, logo após a WWDC 2015, o MacRumors localizou a mesma ferramenta de linha de comando também implementada no OS X 10.11 El Capitan. Ou seja, a Apple realmente abriu as portas para os equipamentos de terceiros usarem tecnologias nativas do sistema operacional a fim de obter maior desempenho e segurança — uma iniciativa que já havia sido constatada desde o OS X 10.10.3, com o lançamento do protocolo NVMExpress.

Posts relacionados

Comentários