Planos da Apple de oferecer um serviço de assinatura para TV avançam

Conceito de Apple TV

O rumor de uma nova Apple TV sendo lançada na WWDC foi derrubado pouco tempo após surgirem informações sobre a dificuldade da Apple de firmar acordos para o seu novo serviço de assinatura de vídeos. Mas, aos poucos, as coisas estão avançando.

Segundo o New York Post, um dos principais impasses para a coisa ir pra frente seriam as redes afiliadas das gigantes ABC, CBS, NBC e Fox. Em vez de negociar separadamente com cada uma delas, a Apple “jogou o pepino” pra cima das suas próprias parceiras a fim de que renegociassem seus acordos e permitissem que uma única licença cedida à Apple cobrisse toda a programação. Evidentemente, todas ganharão uma fatia do bolo.

No Brasil, não é muito diferente. A Rede Globo, por exemplo, tem afiliadas espalhadas por todo o país: Rede Amazônica, Rede Bahia, Rede Anhanguera, Rede Matogrossense, Rede InterTV, Grupo RBS e outras.

Uma fonte do veículo afirmou que “a plataforma está pronta e é muito legal”. Tanto os grandes canais quanto as afiliadas/emissoras já estão reconhecendo o alcance que a coisa pode tomar e todos, evidentemente, têm interesses financeiros nos acordos. A Apple, como sempre, está de olho nos seus tradicionais 30%.

Para usuários finais, o custo mensal do serviço é hoje estimado entre US$10 e US$40.

[via Cult of Mac]

Posts relacionados

Comentários