Graava é uma câmera criada por brasileiros que utiliza sensores para editar vídeos automaticamente

No mundo analógico, tirar um monte de fotos ou gravar horas e mais horas de vídeos era algo bem mais complicado. Atualmente, isso é tão fácil quanto apertar um botão. O resultado é: no fim de uma viagem temos centenas/milhares de fotos e muitas horas de vídeos. Como resolver isso? Falando especificamente dos vídeos, três brasileiros1 criaram algo realmente diferente de tudo o que já vimos até hoje.

A Graava é uma câmera de vídeo Full HD (1080p) que usa inteligência artificial para identificar o que precisa ser filmado. Além disso, ela faz automaticamente a edição desse conteúdo, facilitando bastante as coisas para usuários. A ideia é colocar a câmera num local propício e esquecer que ela está ali, fazendo o que você deseja fazer nos próximos minutos/horas (ela consegue gravar até 3 horas seguidas).

Apesar de filmar tudo seguidamente como qualquer outra câmera, a Graava combina dados do GPS, do microfone, do acelerômetro, da câmera (movimento em frente a ela) e da sua frequência cardíaca (via Apple Watch) para identificar quando algo de relevante acontece e que de fato possa interessar na filmagem. Ao parar de filmar, ela pega todo esse conteúdo relevante e descarta o resto, condensando o vídeo final de acordo com os minutos/tamanho do vídeo que você escolher. Pelo app você pode ainda compartilhar o material em diversas redes sociais — e escolher o que vai filmar antes de começar.

A Graava sabe quando um usuário está filmando algo com mais de uma câmera ao comparar os dados de GPS do telefone. E o legal disso é que esses vídeos podem ser compilados e editados automaticamente (uma ótima pedida para quem gosta de múltiplas perspectivas em seus vídeos). Outro ponto que merece destaque é a edição com base em uma música escolhida pelo usuário — a Graava analisa o ritmo da música e faz uma edição de acordo com ele.

Para completar, o recarregamento é sem fio. A pessoa chega em casa, coloca a câmera em cima da base e deixa ela lá — ao mesmo tempo que recarrega, os vídeos são enviados para a nuvem.

Confira o vídeo promocional do produto:

Se a Graava realmente cumprir o que promete, tem tudo para facilitar bastante as coisas para quem adora uma filmagem mas não tem paciência, tempo, saco ou vontade para editar o material final.

Ela está em pré-venda por US$400 US$250 e as primeiras unidades serão despachadas para os compradores em fevereiro de 2016.

Posts relacionados

Comentários