Fontes detalham como o Force Touch do iOS funcionará no próximo iPhone

O Force Touch tem tudo para ser uma das grandes novidades do “iPhone 6s”. A chegada dele é praticamente certa, e hoje o 9to5Mac compartilhou como a tecnologia deverá funcionar nos futuros aparelhos da Apple.

Publicidade

No Apple Watch, o Force Touch (toque com mais pressão na tela) mostra uma camada adicional de botões/recursos (algo importante em uma tela tão pequena quanto a de um relógio). No iPhone, a tela é grande o suficiente para caber “tudo” que precisamos. Assim, o Force Touch no smartphone funcionará mais como um atalho, um forma de evitarmos toques e os listas de opções para chegarmos aonde queremos.

Quer exemplos?

  • Mapas: pressione com mais força um ponto de interesse nos mapas para ativar a navegação ponto-a-ponto.
  • Música: basta pressionar uma música para que as opções de baixar para escutar offline ou de adicioná-la a uma playlist apareçam.
  • Telefone: pressione o ícone do app na Tela Inicial para ser levado a um local específico (como a Visual Voicemail).
  • News: fazendo a mesma coisa no novo app de notícias, você poderá ser levado a uma área escolhida por você (como “Favoritos” ou “Para Você”).
  • Outros: será possível, por exemplo, pressionar um link para ver uma pré-visualização da página, um contato para visualizar o seu endereço no mapa, a definição de uma palavra, etc.

Como dissemos acima, a tela do iPhone é muito maior que a do Watch. Por isso, em vez de o recurso cobrir a tela inteira com as opções de botões extras, o Force Touch no iOS poderá ser apresentado de três formas:

Publicidade
  1. Sem nenhum tipo de interface extra (casos de atalhos, por exemplo).
  2. Uma interface que aparecerá em volta do local onde você pressionou a tela com mais força.
  3. Uma lista de opções em cima do botão que você pressionou com mais força.

Conhecido internamente como “Orb”, fontes disseram que o Force Touch do iOS está bem consistente e com um feedback agradável para o usuário.

Além do Force Touch e de outros rumores que estão praticamente confirmados (processador A9, 2GB de RAM, chip LTE mais rápido, etc.), é possível que a câmera traseira do iPhone (iSight) ganhe capacidades de filmagens em 4K (algo que eles não souberam dizer se já está pronto para o possível lançamento em setembro).

O Force Touch também tem tudo para chegar aos iPads — com destaque para o suposto “iPad Pro”, que teria uma interação específica para a stylus e poderá chegar junto da primeira grande atualização do iOS 9 (o iOS 9.1). Por falar em stylus, o Business Insider conversou com um ex-engenheiro da Apple que confirmou o óbvio: a empresa testou diversos protótipos — ao menos três foram apresentados internamente há quatro anos, os quais foram descritos como “diferentes leituras para uma stylus“.

Publicidade

Aparentemente alguns empregados trabalharam nesse projeto com a certeza de que ele seria lançado — coisa que até agora não aconteceu. Com o “iPad Pro” chegando, a stylus tem tudo para ser finalmente lançada.

Falta pouco, pessoal!

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…