Por que Michael Fassbender não está preocupado em não se parecer fisicamente com Steve Jobs

Quando Michael Fassbender assumiu o papel principal no filme biográfico “Steve Jobs”, a primeira coisa que veio à nossa cabeça foi a não-semelhança física entre eles. Afinal, os dois filmes que já vimos sobre o cofundador e ex-CEO da Apple (“Piratas do Vale do Silício” e “jOBS”) trouxeram atores fisicamente bastante semelhantes a ele — Noah Wyle e Ashton Kutcher, respectivamente.

A TIME conversou com Danny Boyle (diretor), Aaron Sorkin (roteirista) e Fassbender, revelando que essa nunca foi uma preocupação deles. Segundo Boyle, a ideia é “construir um retrato e não ser uma fotografia”.

Michael Fassbender como Steve Jobs

Fassbender explicou que todos sabiam que ele não se parecia com Jobs, então a ideia nunca foi tentar criar essa semelhança física e sim apenas tentar encapsular o espírito do ex-CEO da Apple — obviamente isso não impede o ator de se caracterizar como Jobs (calça jeans, tênis New Balance e camisa de gola rolê preta).

O artigo da TIME traz ainda outros curiosidades sobre a produção, como o fato de o filme biográfico não ter uma narrativa padrão/comum (ele será focado em três momentos importantes da vida do ex-CEO e cofundador da Apple: os bastidores do lançamento do computador Macintosh, em 1984; do NeXT Computer, em 1988; e do iMac, em 1998), de Sorkin ter conversado pessoalmente com John Sculley e Lisa Brennan-Jobs (peças importantes na vida de Jobs e que não contribuíram para a biografia dele), de o filme ter sido filmado em San Francisco (apesar de quase não ter cenas exteriores e de as locações serem muito caras, Boyle fez questão de filmar na cidade para manter o clima e o ar tecnológico de tudo) e de Fassbender ser quase que avesso a tecnologia na vida real.

Além de Boyle, Sorkin e Fassbender, o filme traz Kate Winslet (como Joanna Hoffman, ex-chefona de marketing do Macintosh), Seth Rogen (como Steve Wozniak, cofundador da Apple), Jeff Daniels (como John Sculley, ex-CEO da Apple), Katherine Waterston (como Chrisann Brennan, ex-namorada de Jobs), Michael Stuhlbarg (como Andy Hertzfeld, um dos membros da equipe original do Macintosh), Perla Haney-Jardine, Ripley Sobo e Makenzie Moss (que interpretam os diversos estágios da vida de Lisa Brennan, filha de Jobs), Sarah Snook (como Andrea Cunningham, que trabalhou com Jobs no lançamento do Macintosh) e Adam Shapiro (como Avie Tevanian, ex-vice-presidente sênior da Apple).

“Steve Jobs” estreará nos Estados Unidos no dia 9 de outubro; no Brasil, ao menos de acordo com o IMDb, ele só chegará aos cinemas em 21 de janeiro de 2016.

[via Cult of Mac]

Posts relacionados

Comentários