Pré-venda dos novos iPhones inicia-se sem dores de cabeça; alguns modelos continuam disponíveis

Como previsto, a pré-venda dos iPhones 6s e 6s Plus começou nesta madrugada praticamente pontual — poucos minutos depois de 4h01 da manhã (pelo horário de Brasília), hora em que a Apple Online Store deveria ter voltado ao ar.

iPhones 6s coloridos voando

Tal como dissemos em nosso post de ontem à noite, sobre o Cabe na Mala, o aplicativo Apple Store começou a funcionar e aceitar compras um pouco antes do site em si da loja. Mesmo assim, todos os que madrugaram conseguiram comprar os aparelhos desejados sem problemas.

Para falar a verdade, ainda agora (começo da tarde) alguns modelos continuam disponíveis para compra com previsão de entrega para o dia 25 de setembro — em especial os comercializados pela AT&T. Alguns, principalmente os novos na cor ouro rosé e na operadora T-Mobile, já estão com previsão para somente 2-3 semanas. As versões que ninguém quer de 16GB continuam amplamente disponíveis.

Isso tudo falando, é claro, com base nos Estados Unidos — onde a Apple certamente direciona a maior parte do seu estoque inicial. A pré-venda hoje começou também nos seguintes países: Reino Unido, Austrália, Canadá, China, França, Alemanha, Hong Kong, Japão, Nova Zelândia, Porto Rico e Singapura.

Além de permitir a compra com entrega marcada para 25/9, a Apple também ofereceu em certos locais a possibilidade de clientes simplesmente reservarem o aparelho para buscar na loja. Neste caso, é preciso agendar uma hora exata e o pagamento é feito pessoalmente.

Quem não comprou nem reservou online ainda poderá ir para as filas de Apple Retail Stores no dia 25/9, testar e escolher o modelo desejado na hora. Claro, aí depende muito do estoque disponível — então pode ser que você não encontre exatamente o modelo na cor e/ou na capacidade que gostaria.

Por ora, a Apple não anunciou que países estarão na segunda leva de lançamentos e nem a data em que isso irá acontecer. Um bom chute seriam duas semanas após a primeira, em 9 de outubro. Mas nem contem com o Brasil nessa; por aqui, os novos iPhones só deverão chegar em novembro ou dezembro seguindo o cronograma de anos passados.

Posts relacionados

Comentários