Por que a Siri na Apple TV está limitada a 8 países?

A Siri está atualmente disponível em 28 países1 e fala 10 idiomas2 — tudo isso respeitando as regionalidades de cada um. Mas por que, então, a assistente virtual está presente na Apple TV em apenas 8 países3?

A Apple até mesmo diferenciou o nome do controle remoto da set-top box nesses países. Apesar de eles serem exatamente iguais no mundo todo, nesses 8 locais o nome do controle é Siri Remote, enquanto que no resto do mundo é Apple TV Remote com Touch.

Siri Remote/Apple TV Remote com Touch

Reparem que no controle há um botão com o ícone de um microfone (Siri). Com a Apple TV configurada para um desses 8 países, ao apertá-lo a Siri entra em ação; nos outros, você é levado diretamente à interface de busca do tvOS. Mas voltando à pergunta: por que a assistente virtual está presente na Apple TV em apenas 8 países?

De acordo com o site macprime.ch [Google Tradutor], que disse ter conversado com empregados da Apple, isso tem a ver com as diversas otimizações que a Maçã teria feito para que a assistente reconheça o que o usuário está dizendo, principalmente envolvendo nomes de filmes, séries, atores, diretores, etc.

Como a pronúncia varia bastante a depender da região, a Apple estaria trabalhando de forma intensa para que a Siri consiga entender tudo independentemente do sotaque da pessoa.

Alguns podem questionar que esse tipo de problema existe no iOS. E é verdade. O “problema”, aqui, é que filmes e séries de TV são uma parte muito fundamental da Apple TV e a experiência, ao menos agora, não seria de acordo com o que a empresa deseja caso esses outros idiomas/países estivessem no bolo. Além disso, no iPhone sempre existe a opção de recorrer ao teclado para escrever algo que a Siri não tenha entendido, coisa que fica bem complicado na Apple TV, especialmente com o atual incompatibilidade do app Remote.

Busca na Apple TV

Ok, tudo bem. A “desculpa” é aceitável e a gente sabe que a Apple está trabalhando para expandir as capacidades da Siri para mais e mais países o quanto antes. Mas o que incomoda nessa história é que nós, usuários, poderíamos ajudar nessa tarefa. Quem adquiriu um iPhone 6s e ativou o recurso “E aí Siri” sabe do que eu estou falando. O tvOS poderia muito bem oferecer uma forma de permitir que usuários repetissem alguns nomes complicados/específicos para ajudar a Siri a entender o som desses nomes com um determinado sotaque, bem como permitir que a pessoa envie um feedback caso uma determinada busca por voz seja mal interpretada. Tenho certeza de que a curva de aprendizagem da assistente seria bem melhor do que com a Apple fazendo tudo isso sozinha.

É verdade que a experiência, ao menos nesse começo, seria um pouco prejudicada. Mas é para isso que existem versões beta de sistemas — a Apple poderia muito bem liberar a Siri em versão de testes nesses outros países, deixando claro para usuários que a experiência ainda não está totalmente satisfatória, perguntando se mesmo assim gostariam de cooperar para que tudo melhorasse de forma mais rápida.

[via 9to5Mac]

Posts relacionados

Comentários