Confirmado: iPad Pro começará a ser vendido online nesta quarta-feira, mas ainda não no Brasil [atualizado 2x]

iPad Pro deitado e de lado com mão segurando o Apple Pencil

E o rumor estava mesmo certo: a Apple anunciou hoje que começará a vender o iPad Pro online nesta quarta-feira (11/11), com o produto chegando às suas lojas até o fim da semana.

Embora já tenha sido homologado pela Anatel (Wi-Fi, Wi-Fi + Cellular), o iPad Pro não chegará ao Brasil na primeira leva — que é enorme, incluindo mais de 40 países: Alemanha, Anguilla, Antígua e Barbuda, Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, China, Dinamarca, El Salvador, Emirados Árabes Unidos, Eslovênia, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, França, Gibraltar, Groenlândia, Guatemala, Holanda, Hong Kong, Hungria, Ilha de Man, Ilhas Cayman, Ilhas Virgens Americanas, Irlanda, Itália, Japão, Liechtenstein, Luxemburgo, Malásia, México, Mônaco, Nova Zelândia, Noruega, Polônia, Porto Rico, Portugal, Reino Unido, República Checa, Rússia, Singapura, Suécia, Suíça, Tailândia, Trindade e Tobago, Turquia e Uruguai.

“As respostas iniciais ao iPad Pro de desenvolvedores de apps e dos nossos clientes tem sido incrível, e estamos empolgados em levar o iPad Pro às mãos de consumidores pelo mundo nesta semana”, afirmou Phil Schiller, vice-presidente sênior de marketing mundial da Apple. “O iPad Pro é o iPad mais poderoso que já criamos, dando a usuários a habilidade de serem ainda mais criativos e produtivos com a épica tela Retina de 12,9 polegadas, o poderoso chip A9X de 64 bits, o revolucionário Apple Pencil e o novo Smart Keyboard. Mal podemos esperar para ver o que eles farão com o iPad Pro.”

Nos EUA, o iPad Pro custará de US$800 (Wi-Fi de 32GB) a US$1.080 (Wi-Fi + Cellular de 128GB) e estará disponível nas cores prata, dourada e cinza espacial. Junto ao tablet em si, a Apple também iniciará a venda dos seus dois novos acessórios — o Apple Pencil (US$100) e o Smart Keyboard (US$170) —, além de Smart Covers (US$60) e cases de silicone (US$80).

Atualização · 09/11/2015 às 17:43

Aproveitando a chegada iminente do iPad Pro ao mercado, a Adobe publicou um vídeo demonstrando alguns dos seus apps em uso nele:

No próprio press release publicado pela Apple de manhã há uma citação de Scott Belsky, vice-presidente de produtos na Adobe:

O iPad Pro possibilita novas formas de criatividade móvel que ajudarão a transformar como criativos trabalham. Com a tela maior e a performance super-rápida do iPad Pro, criativos poderão explorar totalmente os apps mobile da família Creative Cloud da Adobe. Por exemplo, a habilidade de manipular uma imagem de 50 megapixels diretamente no iPad Pro com o Photoshop Fix e então enviá-la para o Photoshop CC num desktop, para mais refinamento, é o tipo de colaboração de avanço na indústria com a qual milhões de clientes da Adobe e da Apple poderão se beneficiar.

Em uma nota relacionada, Tim Cook esteve hoje na Touchpress — em Londres (Reino Unido) — para ver como a empresa está criando música clássica usando o iPad Pro:

Sam Aspinall, CEO da Touchpress, falou um pouco sobre a visita no blog da empresa. O The Independent também publicou um artigo cobrindo o trabalho dela.

O CEO da Apple comentou que o Apple Pencil é muito mais do que uma simples stylus, com um design fino/elegante e latência baixíssima. “Não estamos tentando substituir o toque dos dedos, estamos os complementando com o Pencil.”

[via 9to5Mac: 1, 2]

Atualização II · 09/11/2015 às 21:16

A Apple acaba de postar no YouTube um comercial do iPad Pro:

https://www.youtube.com/watch?v=4AZR8a5XVSs

Há um ótimo grande universo no novo iPad Pro. É o maior iPad já criado e leva a sua criatividade e a produtividade a uma escala épica.

Posts relacionados

Comentários