“Steve Jobs” (Michael Fassbender) terá dificuldade em superar a bilheteria de “jOBS” (Ashton Kutcher)

Conforme cobrimos recentemente aqui no site, “Steve Jobs” tem desapontado nas bilheterias. O próprio diretor do filme, Danny Boyle, reconheceu que a sua estratégia de lançamento teria sido “presunçosa”.

Pois a coisa é ainda pior do que eu, pessoalmente, imaginava. Se olharmos os números de bilheteria dos Estados Unidos, “Steve Jobs” (protagonizado por Michael Fassbender) já faturou US$17,8 milhões desde a sua estreia em outubro. Comparativamente ele está até melhor que “jOBS” (com Ashton Kutcher), de 2013: foram US$16,1 milhões em todo o seu período em cartaz.

Todavia, considerando o faturamento global dos dois filmes, “Steve Jobs” ainda está em US$24,8 milhões enquanto “jOBS” chegou a US$35,9 milhões. Sabemos que a produção roteirizada por Aaron Sorkin ainda está se expandindo para novos mercados — a estreia no Brasil foi até antecipada pela Universal Pictures —, mas a diferença ainda é bem significativa. Para piorar bastante o cenário, “jOBS” foi produzido com apenas US$12 milhões, enquanto “Steve Jobs” custou US$30 milhões (sim, ainda está no vermelho).

Apesar de todo esse suposto fracasso do novo filme, os produtores ainda têm esperanças de emplacar ao menos uma indicação ao Oscar — o certamente ajudaria nesse sentido. Será que Fassbender consegue?

[via VentureBeat, Page Six]

Posts relacionados

Comentários