Apple teria aberto um laboratório em Taiwan para criar suas próprias telas

Os investimentos da Apple estão com tudo, mesmo. De acordo com a Bloomberg, a Apple recentemente abriu um laboratório de produção ao norte de Taiwan para desenvolver novas tecnologias relacionadas a displays.

Aparentemente seriam cerca de 50 engenheiros trabalhando no local — além de outros empregados —, criando essas novas tecnologias. Esses empregados teriam vindo de empresas como AU Optronics e Qualcomm, ambas fornecedoras de longa data da Maçã. O local, aliás, pertencia à própria Qualcomm antes de a Apple ocupá-lo.

iFixit desmonta a tela do iPhone 6s
Tela do iPhone 6s desmontada pela iFixit

Os objetivos para essas novas telas são os mesmos que já conhecemos: criar algo mais fino, mais leve, com mais brilho e mais eficiente energeticamente falando. Estariam em testes novas versões do tradicional LCD (liquid-crystal displays, ou displays de cristal líquido) utilizados atualmente em Macs, iPhones e iPads, assim como OLEDs (organic light-emitting diodes, ou diodos emissores de luz orgânicos), os quais são mais finos e não contam um painel de retroiluminação.

Como sabemos, a Apple é responsável pela criação dos processadores atualmente utilizados em iPads, iPhones, iPods touch e Apple TVs. Há rumores também de que a empresa esteja investindo pesado na criação dos seus próprios chips gráficos (GPUs). Agora, com esta notícia, podemos concluir que a Maçã quer mesmo controlar todos os aspectos dos componentes mais importantes de seus produtos.

Vamos ver no que dá.

[via 9to5Mac]

Posts relacionados

Comentários