Déjà vu? OS X e iOS são apontados como os sistemas operacionais mais vulneráveis de 2015

Uma coisa é fato: não importa o software (tamanho, complexidade, quem desenvolveu, etc.), tenha certeza de que ele possui *alguma* vulnerabilidade de segurança.

Em toda a história da computação contemporânea, a cada nova tecnologia de segurança desenvolvida os hackers/crackers descobrem formas de burlar e se aproveitar, de alguma forma, dessas brechas deixadas. Então, sai-se melhor no mercado de segurança as empresas que deixam menos brechas e como elas reagem a determinados incidentes.

De acordo com um estudo divulgado pela CVE Details, o OS X e o iOS foram as plataformas campeãs em vulnerabilidades de segurança descobertas no ano de 2015. Em 2014, veja só, a Apple também encabeçou a lista.

Sobre esta divulgação, é importante pontuarmos algumas coisas — que inclusive ressaltamos no artigo do ano passado:

  1. O Windows novamente foi desmembrado em várias versões mas o OS X, o iOS e o Linux, não.
  2. O que realmente importa: brechas de segurança descobertas e corrigidas ou aquelas que podem estar sendo exploradas neste exato momento sem o conhecimento das empresas/usuários?
  3. Sem querer ser polêmico, mas é um fato: eu não conheço ninguém que utilize OS X e iOS que necessitou utilizar algum antivírus.
  4. Como as gigantes de tecnologia reagem para disponibilizar updates para correções dessas falhas?

É importante frisar que a ideia não é “passar a mão na cabeça” da Apple; pelo contrário. São números preocupantes e devem ser tratados com prioridade dentro da Maçã. Mas devemos ter bom senso na análise deles e na realidade do desempenho das plataformas a nível global.

O tipo de argumentação que sugere que uma plataforma é melhor ou pior em segurança simplesmente pelo número de brechas publicadas em um estudo é, no mínimo, incoerente sabendo das outras possíveis variáveis — a maioria dos usuários de computador no mundo é leiga no assunto de segurança da informação. Além disso, influencia estes usuários a uma conclusão incorreta sobre os produtos disponíveis no mercado.

Por essas e outras, sugiro fortemente a leitura deste artigo o qual discorre sobre isso que falei de forma bem aprofundada.

As empresas fornecedoras de sistemas operacionais têm suas responsabilidades e elas sabem disso. Mas voltemos aos fatos: a briga de gato e rato nunca acabará, até porque há muita grana envolvida.

[via Gizmodo Brasil]

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários