Atenção: troca não-oficial do botão Início de iPhones com Touch ID pode inutilizar os aparelhos

Touch iD

Em setembro de 2013, pouco tempo após o lançamento do iPhone 5s, explicamos aqui no site em detalhes como funciona o sensor Touch ID. Naquela época, a grande novidade do aparelho era justamente a possibilidade de desbloqueá-lo usando a impressão digital dos nossos dedos.

Numa parte do artigo, falamos:

A Apple afirma que todas as informações sobre impressões digitais são criptografadas e armazenadas num espaço específico (Secure Enclave) dentro do processador A7, que fica separado de tudo e que só pode ser acessado pelo Touch ID. Essas impressões nunca ficam disponíveis para outros softwares, não são armazenadas nos servidores da Apple e não fazem parte de nenhum backup do iCloud.

Pois este sistema seguro criado pela Apple tem uma implicação importantíssima quando consideramos trocas não-oficiais de botões Início (Home), que até o iPhone 5 era um componente bem mais simples do aparelho.

Conforme alertou hoje o The Guardian, o processo de validação dos dados de impressões digitais do usuário armazenado Secure Enclave com o Touch ID só é feito pela própria Apple. Em assistências não-oficiais há apenas a troca do botão em si, e qualquer restauração/atualização do iOS pode pôr tudo a perder. Nesses casos, a pessoa vê um “Erro 53” e não tem para onde correr: o aparelho vira um tijolo.

A coisa piora ainda mais quando consideramos que essa troca viola os termos de garantia da Apple, ou seja, ela não faz a troca do aparelho para o usuário. A dica é não partir por esse caminho de jeito nenhum, apenas indo a uma Apple Retail Store ou a um Centro de Serviço Autorizado — o que muitos não fazem ou por não ter um próximo de onde moram, ou por querer economizar no serviço.

Neste caso, o barato vai sair caro… muito caro.

[via TNW]

Posts relacionados

Comentários