Tim Cook revela que Apple vendeu mais de 2,3 milhões de Watches no fim de 2015

Não é a primeira vez e nem será a última que Tim Cook faz um “evento particular” dentro da Apple, endereçado a empregados. Recentemente ele e Jeff Williams (novo COO, ou diretor de operações) utilizaram o Town Hall para falar um pouco sobre diversos assuntos, conforme informou o 9to5Mac.

Publicidade

iPhone

O papo começou dando um pouco de contexto aos números do último trimestre da Apple. Cook afirmou que a empresa vendeu iPhones suficientes (74,8 milhões) para abastecer as populações de Nova York, Londres, Pequim e Xangai.

Falando sobre a dependência que a empresa tem hoje do iPhone, Cook disse que o smartphone ainda tem muito potencial de crescimento, usando como exemplo a baixa penetração das redes 4G em mercados emergentes como a Índia. O país, aliás, deverá receber muita atenção da Apple no curto prazo — a companhia está se preparando para inaugurar as primeiras lojas e pretende entrar com tudo no país.

O CEO continua acreditando no potencial da China e na importância dela como um todo para o futuro da Apple. Em breve, será inaugurada a 40ª loja no país.

Publicidade

Sobre um possível iPhone de baixo custo, Cook disse que a Apple não precisa lançar algo assim em mercados emergentes. Em vez disso, ele mencionou pesquisas da Apple as quais indicam que as pessoas dessas regiões estão dispostas a gastar mais para ter uma experiência melhor.

Apple Watch

O CEO da Apple também falou do mais novo produto da Maçã, afirmando que as vendas no fim do ano foram ótimas. Mais uma vez colocando tudo em contexto — sem falar em números, afinal, a Apple não divulga essa informação ainda por questões de estratégia —, o executivo disse que foram vendidos mais Apple Watches no Natal passado do que iPhones em seu primeiro Natal. Ou seja, a Apple vendeu mais de 2,3 milhões de Watches no último trimestre.

Em uma nota relacionada, a Canalys acredita que a Apple vendeu cerca de 66% dos relógios inteligentes comercializados em 2015. Eles preveem que a Apple vendeu mais de 12 milhões de unidades, sendo 5 milhões apenas no último trimestre — mais uma informação pertinente a favor do Watch, produto que muitos acham que “não decolou” e que não faz o sucesso esperado.

Publicidade

iPad

Não há como negar que as vendas do iPad estão num ritmo de desaceleração total — basta olhar o gráfico abaixo.

Gráfico dos resultados financeiros da Apple - FQ1 2016

Contudo, Cook espera que as coisas melhorem no fim de 2016.

Publicidade

Apple TV

Ele também falou muito bem da Apple TV, dizendo que o último trimestre foi o campeão de vendas da set-top box. Para ele, a nova Apple TV junto do tvOS preparam o terreno para um “futuro brilhante” na nossa sala de estar. Seria esse futuro um novo serviço de streaming de vídeos da Maçã? Veremos…

Android

A fim de expandir mais os negócios da empresa e depender cada vez menos de um produto (atualmente, o iPhone), a Apple está disposta a investir pesado softwares e serviços.

A Apple não é boba e sabe que o Android é um bom universo para ser explorado. Cook confirmou isso ao dizer que a empresa está utilizando o Apple Music para Android (que foi atualizado recentemente) como uma forma de testar o crescimento da divisão de serviços para outras plataformas, abrindo a porta para mais migrações como essa no futuro.

Apple Campus 2

Cook disse que os empregados da Apple — nem todos, é claro — vão se mudar para o novo campus no fim de janeiro de 2017. Ele também enfatizou a importância do novo espaço para apresentações no futuro campus, o qual dará uma enorme flexibilidade à Apple para realizar eventos maiores em seu próprio terreno em vez de depender de lugares em San Francisco ou San Jose.

Benefícios para empregados

Empregados da Maçã terão agora até quatro semanas de férias pagas caso precisem cuidar de um familiar doente. Além disso, os benefícios de licença maternidade/paternidade válidos nos EUA1 serão estendidos a outros países onde a empresa têm operação. Angela Ahrendts também disse que a Apple está trabalhando novas soluções para reter talentos em toda a companhia — algo que ela está fazendo excepcionalmente bem nas lojas.

Cadeia de produção

Jeff Williams também falou brevemente sobre a cadeia de produção da Apple, dizendo que em breve a empresa conseguirá algo muito importante: abastecimento de metais fundidos provenientes de fornecedores comprometidos e anunciará que os metais fundidos utilizados em diversos produtos virão de zonas completamente sem conflitos — e/ou de fornecedores comprometidos com as diretrizes da Apple.

·   ·   ·

O discurso foi para empregados, mas é claro que a Apple sabia que vazaria — o que não deixa de ser uma boa estratégia para tentar aquietar investidores e Wall Street como um todo.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…