Review: CloudMagic oferece experiência minimalista para email no OS X e no iOS

Quando o Google lançou o Inbox para o Gmail, em 2014, muitos usuários do serviço aprovaram a possibilidade de contar com uma interface simplificada para ler e escrever emails, tendo notado que o cliente web tradicional, embora bastante aprimorado ao longo dos anos, mostrava menos flexibilidade do que outras opções emergentes da época. O mesmo cenário também é sentido por quem utiliza o Mail no OS X ou mesmo no iOS: é um aplicativo bastante sólido, mas que também deixa espaços a serem preenchidos por outras alternativas.

No ano passado, ao resenharmos o Airmail 2 (recém-atualizado para o OS X Yosemite) encontramos muita flexibilidade adicional em relação ao Mail que acompanha todos os Macs. Sua interface diferenciada não era orientada a ser simples e focada, mas isso não era necessariamente um problema — faltava, na verdade, completar o ciclo com uma versão para iOS, lançada apenas recentemente.

Já os desenvolvedores do CloudMagic seguiram o caminho inverso. Criadores de um cliente de email para smartphones bastante elogiado e com mais de 3 milhões de usuários no iOS/Android, eles chegaram à Mac App Store em janeiro. E o resultado, para quem aprecia bom design e interface minimalista, não poderia ter sido melhor.

Suporte a contas

Assim como na sua versão móvel, o CloudMagic suporta todos os serviços populares de email, além de contas corporativas (assumindo que sua empresa usa Office 365 ou Exchange com ActiveSync/EWS) e qualquer provedor que ofereça suporte a IMAP.

CloudMagic para OS X

Quem nunca usou o CloudMagic em nenhum dispositivo conta com um assistente inicial par apoiar na configuração, mas a empresa também oferece um serviço de sincronização de perfis. Se você optar por usá-lo, pode importar as informações de servidor e as credenciais usadas para acesso em qualquer outro dispositivo, assim que autenticar-se no aplicativo.

CloudMagic para OS X

Para contatos, no entanto, o CloudMagic confia apenas na agenda local do seu Mac ou dispositivo iOS. Para usuários domésticos isso não representa nenhum problema, mas em emails corporativos é comum contar com o catálogo de endereços global da organização para alcançar colegas de trabalho. Nesses casos, é necessário contar com os endereços salvos na agenda local para uso.

Leitura e buscas

É aqui onde o CloudMagic começa a mostrar os seus melhores atributos. Com uma interface inspirada no Inbox do Google, ele apresenta as mensagens em uma única lista, com os comandos mais comuns visíveis ao passar o mouse item a item. Embora o uso de gestos esteja apenas disponível no iOS, os usuários mais experientes com teclado podem acelerar a leitura no Mac usando atalhos simples de teclado.

CloudMagic para OS X

Basta pouco tempo trabalhando no aplicativo para que os benefícios apareçam. A leitura se torna bastante agradável e eficiente. A exibição de mensagens não deve nada em relação a produtos concorrentes e, quando for necessário responder ou encaminhar, os comandos para isso estão a fácil alcance no rodapé de cada mensagem — ou logo ao lado do título, agrupados em um botão de ação.

CloudMagic para OS X

Ao abrir uma mensagem no Mac, a barra de ferramentas mostra comandos para mover ou arquivar/apagar. Já nas listas, ela mostra um campo de busca. O aplicativo não reconhece as mesmas composições naturais de termos que o Mail suporta via Spotlight (o que não representa tanta perda, considerando que isso ainda não funciona no Brasil), mas a partir de uma única tela é possível localizar emails em qualquer conta na qual eles estejam, inclusive remotamente.

Cards (somente no iOS)

Ainda uma exclusividade do iOS, mas muito poderosos, os Cards são extensões para a leitura de email dentro do CloudMagic. Em vez de distribuir comandos por uma infinidade de lugares diferentes, a empresa está fazendo uma curadoria de funcionalidades a oferecer por meio deste recurso, com base em parceiros externos.

Ao abrir uma conversa no iPhone ou no iPad, além das opções comuns de ação de resposta, você terá um botão similar ao de uma pilha de cartas. Com um toque, ele apresenta uma série de ações adicionais baseadas nos parceiros da CloudMagic, podendo ou não ser sensíveis ao contexto.

É possível adicionar e remover Cards a depender dos hábitos de uso de cada usuário, mas o propósito deles é complementar a experiência de leitura com o uso de ferramentas de produtividade que já estão no seu fluxo de trabalho. Exemplos: provavelmente você já reúne suas tarefas do dia-a-dia no Trello ou no Evernote. Então você também pode agregar itens dos seus emails nesses serviços. Ou você pode querer ter todos os links de uma newsletter a um toque de salvar no Pocket, para leitura posterior.

Produtos concorrentes tentam nos prender em uma filosofia de trabalho específica dentro do contexto no qual foram criados e nesse quesito, o CloudMagic desbanca todos. O uso de Cards habilita o usuário para trabalhar com seus emails onde a organização do seu dia-a-dia realmente está.

Além disso, mesmo que você não utilize nenhum dos parceiros suportados pelo CloudMagic, os desenvolvedores do aplicativo mantém um Card que agrega informações sobre os remetentes dos seus emails de maneira inteligente a partir da internet, incluindo redes sociais como LinkedIn. Muito útil para saber o perfil de remetentes que você ainda não conheça.

Escrita e personalização

Como todas as áreas do aplicativo, a janela de composição do CloudMagic é focada no conteúdo. Nela é possível escrever email como se estivesse redigindo um documento no aplicativo de escrita moderno da sua preferência.

CloudMagic para OS X

Algumas funcionalidades ainda não aparecem em relação ao que é possível em contas iCloud, como por exemplo o uso do Mail Drop. Mas é provável que isso mude no futuro.

Algumas personalizações referentes à composição e outras áreas das contas de email residem nas Preferências, dentro do menu CloudMagic. Lá é possível escolher atributos específicos para cada conta, como assinatura usada e cor de categorizarão, além do recebimento de alertas. As personalizações também ficam sincronizadas com a sua conta do CloudMagic, de forma que você pode abrir suas contas em um novo dispositivo com tudo configurado da forma que deseja.

Uma função em falta para ajustes são regras, conceito que a maioria das pessoas muito dependentes de email ainda confia bastante no dia-a-dia.

Conclusão

O CloudMagic oferece uma experiência de leitura e escrita de emails muito mais eficiente para qualquer usuário. Sua interface é bastante similar para aqueles que já experimentaram o Inbox do Gmail e acomoda as funções essenciais para gerenciamento da sua comunicação no dia-a-dia.

No caso do OS X, fico curioso para ver como a companhia portará a funcionalidade de Cards existente para dispositivos móveis. Após utilizá-la no iOS com alguns serviços suportados, vi enorme potencial para incentivar o uso do aplicativo em equipes. É difícil trabalhar atualmente sem alguma solução para gerenciamento de tarefas, de forma que a abordagem deste aplicativo se destaca facilmente.


Ícone do app Newton Mail - Email App

Newton Mail - Email App

de CloudMagic, Inc.

Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 10.0.32 (208 MB)
Requer o iOS 10.0 ou superior

Grátis

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR


Ícone do app Newton - Supercharged emailing

Newton - Supercharged emailing

de CloudMagic, Inc.

Compatível com Macs
Versão 10.0.32 (22.6 MB)
Requer o macOS 10.11 ou superior

Grátis

Badge - Baixar na Mac App Store

Código QR Código QR

Posts relacionados

Comentários