FBI “desiste” de pressionar a Apple e parece ter encontrado outra solução para desbloquear iPhone [atualizado]

Mais um capítulo importante da novela Apple vs. FBI se desenrolou hoje: o Departamento de Justiça (Department of Justice, ou DoJ) americano pediu ao tribunal que adiasse a audiência desta terça-feira (22/3) a respeito do iPhone de San Bernardino. A audiência seria realizada para adereçar a recusa da Apple em desbloquear o iPhone 5c usado por um dos atiradores do atentado de San Bernardino e ouvir argumentos de ambas as partes. Ao que tudo indica, o FBI vai utilizar outra alternativa para desbloquear o aparelho.

Publicidade

O documento impetrado pelo DoJ leva a crer que o FBI já encontrou outro método para realizar tal desbloqueio:

No domingo, dia 20 de março de 2016, um terceiro demonstrou ao FBI um possível método para desbloquear o iPhone de [Syed] Farook. Ainda são necessários testes para determinar se o método é viável e se não vai comprometer as informações no iPhone. Se o método for viável, deve eliminar a necessidade da ajuda por parte da Apple Inc (*Apple*), embasada no All Writs Act.

Desde os ataques de 2 de dezembro do ano passado, o FBI anuncia que vem pesquisando diversas formas de desbloquear o aparelho. Segundo a agência, várias partes já entraram em contato apontando sugestões para realizar o desbloqueio.

Vale ressaltar que este, definitivamente, não é o fim da história. Ainda é necessário saber se o FBI vai mesmo conseguir realizar o desbloqueio do aparelho e, mesmo que consiga, a questão de privacidade e segurança já é uma das principais pautas internacionais relacionadas a tecnologia e está longe de terminar.

Publicidade

Um juiz já acatou o pedido do DoJ (sem objeção por parte da Apple), portanto nada de audiência mesmo amanhã. O governo deverá dar um feedback sobre o caso agora somente em 5 de abril.

[via BuzzFeed]

Atualização · 21/03/2016 às 22:26

Além de cancelar a audiência, o governo suspendeu o caso por tempo indeterminado. Vale mencionar que, se a Apple não é mais a única com a capacidade de ajudar o FBI, o caso inteiro não faz mais sentido pois é baseado inteiramente nesse pressuposto.

Até o momento a Apple não tem detalhes sobre a alternativa que chegou até o FBI, e evidentemente deve estar curiosa para saber que vulnerabilidade será explorada — se é que de fato há uma.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…