FBI confirma que método utilizado para desbloquear iPhone 5c de terrorista não funciona em aparelhos recentes

Quando informamos que o FBI conseguiu desbloquear o iPhone 5c utilizado por um terrorista no ataque de San Bernardino e que havia desistido do caso contra a Apple1, falamos que muito provavelmente o método utilizado por eles para ter acesso aos dados foi o comentado por Edward Snowden (que basicamente clona a memória flash do iPhone para tentar adivinhar a senha do dispositivo sem se preocupar em perder os dados após 10 tentativas erradas).

Apesar de não confirmar com todas as letras, James Comey (diretor do FBI) resolveu falar um pouco sobre o assunto durante uma palestra no Centro para Estudos da Democracia Americana, na Universidade Kenyon — conforme informou a CNN Money — e meio que confirmou isso.

Comey disse que o FBI comprou uma solução para desbloquear o iPhone 5c (rodando o iOS 9, diga-se) de uma empresa privada (rumores apontam para a israelense Cellebrite) e que tal ferramenta funciona apenas em alguns modelos de aparelhos que não incluem os iPhones mais novos — inclusive o 5s. Está praticamente certo, então, que o método utilizado foi realmente o comentado acima.

Outro cogitado seria o chamado “IP Box”, que se conecta aos circuitos de energia do iPhone e possibilita digitar senhas de forma eletrônica; ao digitar uma senha errada, a ferramenta corta de forma agressiva a conexão com a placa lógica do iPhone antes de a senha ser “gravada”, driblando o limite de 10 tentativas que faz o conteúdo ser apagado. Como a Apple parece ter corrigido essa falha no iOS 8.1.1, a possível utilização dessa ferramenta para desbloquear o iPhone 5c do terrorista caiu por terra.

Curiosamente, na semana passada o FBI declarou que não havia decidido ainda se iria ou não comunicar o método utilizado para desbloquear o iPhone à Apple já que, se comunicasse, a empresa obviamente corrigiria tudo e eles perderiam essa brecha. Mas, se a vulnerabilidade utilizada não funciona mais nos novos iPhones, não há motivos para esconder isso.

[via 9to5Mac, AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários