HTC 10 é o primeiro aparelho Android compatível com o AirPlay, da Apple

Não é fácil se destacar no mercado de smartphones. Globalmente falando, apenas Apple e Samsung estão em uma posição — financeiramente falando — confortável. Não foi à toa, por exemplo, que a HTC resolveu fechar as portas aqui no Brasil e focar a sua operação onde ela realmente poderia fazer diferença.

E, pensando em como se diferenciar de outras fabricantes, a taiwanesa resolveu abraçar todas as tecnologias possíveis. Darren Sng (vice-presidente de marketing para produtos) disse ao SlashGear que a HTC é agnóstica quando o assunto é plataforma e que, por isso, foi a primeira fabricante de aparelhos com o sistema operacional Android a incorporar nativamente o suporte ao AirPlay, da Apple.

Para quem não sabe, o AirPlay é uma tecnologia que permite a reprodução de áudio e vídeo do iPhone, iPad ou iPod touch na sua TV (caso você tenha uma Apple TV ligada a ela) ou em caixas de som as quais contam com o suporte ao AirPlay. Trata-se de uma maneira simples e fácil de fazer streaming do conteúdo do seu aparelho para uma tela maior ou um aparelho de som melhor.

HTC 10

Apesar de existirem apps no Google Play os quais permitem reproduzir conteúdos de aparelhos com o sistema Android em Apple TVs ou em caixas de som com AirPlay, o HTC 10 é o primeiro dispositivo da concorrência a fazer isso de forma nativa e oficial/licenciada.

Sng foi além e disse que, se dependesse da HTC, soluções como Apple Pay e Samsung Pay também estariam embarcadas nos aparelhos da empresa.

Você não gostaria que empresas de cartões de crédito determinassem o que você pode colocar em sua carteira, então por que você quer que uma fornecedora em particular decida o [sistema de] pagamento que você pode colocar no seu telefone?

Alguém tem dúvidas de que a HTC colocaria o FaceTime em seu aparelho se o serviço de comunicação da Apple tivesse seu código aberto (como Steve Jobs prometeu e não cumpriu)? Ou até mesmo o iMessage?

No mais, o HTC 10 conta com uma tela de 5,2 polegadas (1440×2560 QHD display; cerca de 564ppp), 32/64GB de armazenamento (com possibilidade de expansão via microSD), câmera traseira de 12 megapixels e frontal de 5 megapixels (ambas com abertura f/1.8), processador Qualcomm Snapdragon 820, 4GB de RAM, bateria de 3.000mAh (que na teoria dura dois dias), tecnologia Quick Charge 3.0 (50% da bateria recarregada em 30 minutos), conector USB-C, e mais. Ele custa US$700 e começará a ser vendido lá fora a partir do mês que vem.

[via MacRumors, Gizmodo Brasil]

Posts relacionados

Comentários