BMW e Daimler teriam desistido de possível colaboração no “Apple Car”

Meus amigos, o motor de rumores sobre o mítico “Apple Car” está a todo vapor! Ou melhor, a toda eletricidade. Hoje, o jornal alemão Handelsblatt relatou que duas possíveis colaboradoras da Apple no seu suposto projeto motorizado megalomaníaco teriam abandonado o barco. E não estamos falando de duas empresinhas quaisquer, mas de duas das maiores marcas automotivas do mundo: a BMW e a Daimler.

O jornal teve acesso à informação através de “fontes da indústria” — a possível colaboração entre Apple e BMW, inclusive, já era especulada há algum tempo [1, 2]. Segundo eles, a Maçã estaria procurando parceiras que pudessem colaborar na expertise em projetos automotivos — afinal, convenhamos, projetar smartphones é bem diferente de carros. As conversas com a BMW, porém teriam sido encerradas no fim do ano passado, enquanto que a Daimler (dona de marcas como a Mercedes-Benz) teria colocado um ponto final no assunto mais recentemente.

Informa-se ainda que o motivo principal desta ruptura seria uma disputa de quem ficaria na “liderança” desta investida. Nossa querida Apple, como nós podemos imaginar, não quis largar o osso em nenhum momento, causando a desistência das outras empresas. A questão de quem exatamente seria o dono dos frutos da pesquisa e dos dados dos usuários — ainda mais considerando que um futuro carro da Maçã certamente seria integrado com seus serviços (iCloud) até a medula — também foi um fator preponderante no dito divórcio.

Como já noticiamos, agora a Apple está de olho em outra fabricante para recrutar como parceira: a austríaca (e menos conhecida) Magna Steyr. Entre isso, o laboratório secreto em Berlim, os centros de testes e a cooptação de funcionários da Tesla, não me surpreenderia nem um pouco se esse bendito carro fosse mostrado já na próxima WWDC. Tá, brincadeirinha…

[via TechCrunch]

Posts relacionados

Comentários