A franquia de games RPG Kingdom Hearts chegou ao iOS em grande estilo

por Jonas Jacques

Publicidade

Imagine o cenário: em um prédio empresarial no Japão, dois executivos de companhias totalmente distintas se esbarram no elevador e começam a conversar. A partir daí, é criada uma das franquias amadas do mundo dos games. Parece surreal, mas é a versão oficialmente sustentada pelas empresas em questão.

E que empresas seriam essas? Square Enix — desenvolvedora das consagradas franquias de games Final Fantasy, Tomb Rider e Hitman — e Disney, que dispensa apresentações. Em 2002, foi lançado o resultado desta parceria; o game Kingdom Hearts para PlayStation 2. Desde então, a franquia conquistou milhões de fãs ao redor do mundo e evoluiu sua narrativa através de muitas outras plataformas, como Game Boy Advance, Nintendo DS, 3DS, PSP e, finalmente, celulares.

E é deste último lançamento que vamos tratar aqui: Kingdom Hearts χ: Unchained foi lançado em 2013 no Japão para navegadores de internet, chegando em abril de 2016 para iOS e Android, em sua versão americana. Por ora, o game somente está disponível na App Store dos EUA, mas, principalmente os gamers veteranos de iOS sabem que isso não impede o acesso para brasileiros, bastando dispor de uma conta lá. Vale pontuar que o jogo também é compatível com iPad.

Publicidade

Ícone do app KINGDOM HEARTS Uχ Dark Road

KINGDOM HEARTS Uχ Dark Road

de SQUARE ENIX

Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 4.0.1 (357.5 MB)
Requer o iOS 8.0 ou superior
🇺🇸 Indisponível na App Store brasileira!
Screenshot do app KINGDOM HEARTS Uχ Dark RoadScreenshot do app KINGDOM HEARTS Uχ Dark RoadScreenshot do app KINGDOM HEARTS Uχ Dark RoadScreenshot do app KINGDOM HEARTS Uχ Dark RoadScreenshot do app KINGDOM HEARTS Uχ Dark RoadScreenshot do app KINGDOM HEARTS Uχ Dark RoadScreenshot do app KINGDOM HEARTS Uχ Dark RoadScreenshot do app KINGDOM HEARTS Uχ Dark RoadScreenshot do app KINGDOM HEARTS Uχ Dark Road

Grandes personagens clássicos da Disney, como Mickey, Donald, Pateta, Aladdin, Alice, os Sete Anões e muitos outros são visitados pelo personagens que você pode criar e personalizar, onde começa uma aventura entre Mundos Disney e originais. Kingdom Hearts χ se encaixa no contexto narrativo de todos os outros jogos da franquia, mas isso não compromete o entendimento ou a experiência de quem começar agora.

A história do jogo é leve e interessante, apropriada para o contexto. Sua mecânica permite que se jogue pelo tempo que desejar, seja por 3, 30 ou 300 minutos, considerando que podem haver interferências frequentes no celular, como chamadas, notificações e interrupções.

Os gráficos, otimizados para telas Retina, são simples mas muito bem trabalhados. O resultado é limpo e agradável, tanto nos menus quanto nas fases do jogo. Contudo, no iPad, apesar de se adaptar à resolução da tela, não há suporte Retina, mas não há distorção e é perfeitamente jogável.

Publicidade

O gameplay é bem desenvolvido e fluido, os ataques e movimentos se dão através de um sistema de medalhas, similar ao de Kingdom Hearts: Chain of Memories, que usava cartas. É um bom “RPG-móvel” com turnos de batalha e opções online como parties, raids, colaborações e chat. Uma dica interessante é sempre explorar o mapa, em busca de itens e inimigos ocultos.

Confira um exemplo de partida no vídeo abaixo:

Publicidade

A trilha sonora é surpreendentemente, igual à dos demais jogos da franquia. Ou seja, de alta qualidade e remete aos Clássicos Disney, bem como faixas originais características do game.

Ainda, o jogo é um freemium exemplar; gratuito para baixar e jogar sem limitações relevantes. As In-App Purchases oferecem apenas vantagens relativamente pequenas ao se comprar, como recarregar AP e pontos especiais da Keyblade, bem como medalhas mais poderosas. É perfeitamente jogavél sem se sentir obrigado a gastar um centavo. Então, fica a dica! 😉

Caso queira conhecer mais sobre a franquia, confira no site O Camundongo.

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…