Apple Union Square, em San Francisco, tem detalhes ambiciosos revelados a dois dias da sua inauguração

Pasmem: hoje faz exatos três anos e três dias que falamos pela primeira vez sobre a nova loja da Apple em San Francisco, na famosa Union Square. Desde então, uma série de notícias envolvendo o projeto [1, 2, 3] davam sinais de que estávamos falando de algo mais do que uma Retail Store “comum”.

Pois bem, a espera está quase acabando: em 21/5, também conhecido como este sábado, a Maçã abrirá as portas da sua nova loja californiana — e nosso consultor Breno Masi estará lá, cobrindo todos os detalhes para nós.

Antecipando-se em dois dias, a vice-presidente de varejo e vendas online da Apple, Angela Ahrendts, convidou jornalistas da área para uma prévia hoje de tudo o que oferecerá a Apple Union Square — sim, o nome aparentemente será esse, quebrando a tradição do “Apple Store, nome do local”. E, de acordo com a sua apresentação, o novo espaço confirma as especulações de que aspira ser mais do que uma simples loja.

Apple Union Square

Há 15 anos, a Apple abriu suas duas primeiras lojas e nós estamos entusiasmados em marcar a ocasião com a abertura da Apple Union Square em San Francisco. Nós não estamos apenas evoluindo o design das nossas lojas, mas a sua própria função e papel maior na comunidade, conforme educamos e divertimos visitantes e servimos à rede de empreendedores locais.

De fato, o primeiro sinal de novidade na nova loja vem de cara com seu design: evoluindo a nova linguagem introduzida nas lojas de Bruxelas e Memphis, vemos aqui uma predominância absoluta do vidro, com destaque para as gigantescas e gloriosas portas de quase 13 metros de altura que abrem automaticamente. Uma tela 6K ocupa uma parede interna quase completamente. O logo metálico, na lateral, é uma novidade reminiscente dos vistos nos novos MacBooks.

Além das mudanças mais evidentes, a Apple também destacou cinco novidades que serão vistas primeiro no seu novo espaço em San Francisco:

  • “The Avenue” (“A Avenida”): um espaço com várias telas nas paredes, onde são expostos os produtos da Maçã, bem como acessórios de terceiros, e seus benefícios para as mais diversas áreas. Empregados da loja denominados de “Creative Pros” (por serem especialistas em artes criativas) compartilharão nesse espaço dicas e experiência para os clientes.
  • “Genius Grove” (“Alameda Genius”): a nova versão do Genius Bar. No centro da loja, cercados por plantas, os clientes poderão ter seu suporte com os Genius feito de uma forma mais pessoal e confortável em grandes mesas de madeira.
  • “The Forum” (“O Fórum”): lá acontecerão os eventos “Today at Apple” (Hoje na Apple), nos quais artistas, fotógrafos, músicos, gamers, desenvolvedores e empresários trarão suas experiências para o público. Neste espaço estará localizada a famigerada tela 6K, onde também serão exibidas, por exemplo, estreias de novas músicas e clipes do Apple Music.
  • “The Boardroom” (“A Sala de Reuniões”): um espaço separado no fundo da loja com uma grande mesa de reuniões, tela de projeção, sofás e área de demonstração. É destinada ao público empresarial, e lá provavelmente acontecerão reuniões desse segmento com os funcionários da Maçã, demonstrando tecnologias e produtos.
  • “The Plaza” (“A Praça”): uma entrada na parte de trás da loja dá acesso a esse belo espaço aberto, arborizado, que funcionará 24/7 com Wi-Fi gratuito. Lá estará localizada uma fonte de bronze da escultora californiana Ruth Asawa — que já existe desde 1969, e cuja permanência foi uma das condições para a liberação da construção da nova loja. Os eventos “Today at Apple” também ocorrerão eventualmente nesta área, com apresentações musicais e artísticas. Segundo a Apple, “The Plaza” será encontrada apenas nas lojas mais importantes da companhia, embora não tenha ficado claro se será apenas nas que ainda abrirão ou se lojas atuais receberão também o espaço.

Imagens por Matthew Panzarino.

Fora da loja, mas seguindo no tema de colaboração com a comunidade, a Apple anunciou ainda uma parceria com a Ruth Asawa School of Arts na construção de um laboratório de artes visuais com 45 estações de trabalho equipadas com os produtos mais recentes da Maçã.

A Apple Union Square substituirá a atual Apple Store, San Francisco, que fica na Stockton Street (a três quadras da nova) e fechará um dia antes da abertura do novo espaço.

Posts relacionados

Comentários