Tim Cook revela que planos para a Índia incluem Apple Pay, novas lojas e iPhones usados

Em entrevista para a rede de televisão indiana NDTV, Tim Cook confirmou muitos rumores que sondavam a visita da Apple à Índia.

A conversa com o entrevistador foi bem descontraída e Cook disse se sentir muito bem no país, que tem uma energia incrível. Ao falar sobre os investimentos da empresa na Índia, ele ratificou que ali há muitos talentos e que vão aproveitá-los a partir da recém-anunciada Aceleradora de Design e Desenvolvimento de Apps para iOS e também do escritório de desenvolvimento de mapas. Uma novidade que talvez não tenha aparecido nos rumores foi a possibilidade de levar o Apple Pay para lá.

Em relação ao Apple Pay, nós estamos averiguando o que podemos fazer. Nós queremos trazer o Apple Pay à Índia. Nos encontramos com alguns dos bancos para entender suas perspectivas no que diz respeito a pagamentos móveis. Ficamos bastante encorajados pelo que ouvimos. Nós queremos trazer todos os nossos serviços à Índia.

Ao ser perguntado sobre a intenção da visita, o CEO da Maçã disse que estão avaliando toda a estrutura indiana, desde o ponto de vista governamental até o cultural. Como os rumores adiantaram, ele confirmou que já existe o pedido de levar Apple Retail Stores para lá, bastando somente a aprovação do governo.

Outra questão polêmica foi o veto para a venda de iPhones usados (“pre-owned”) no país. O mercado indiano é liderado por aparelhos de baixo custo com sistema Android e, caso os iPhones usados fossem permitidos, se tornariam muito mais acessíveis. Apesar disso, Cook diz que não quer entrar nesse mercado: “Eu quero que o consumidor na Índia compre pelo preço parecido com o dos Estados Unidos.”

O entrevistador levantou esse assunto chamando os aparelhos de “refurbished” (recondicionados), porém, talvez para abrandar a situação, Cook explicou: “Os [aparelhos] usados são certificados… É como se fosse um telefone novo, pois tem a garantia de um telefone novo… Sim, nós gostaríamos de fazer isso aqui. Nós fazemos nos EUA, no Japão e em diferentes países pelo mundo.”

A entrevista durou 40 minutos, mas se você quiser praticar seu inglês, pode assistir à versão de 18 minutos [acima, no início do post] nos quais se conversa sobre os planos da empresa para a Índia.

Tim Cook Primeiro ministro Índia

Muitos dos assuntos mencionados na entrevista citada acima foram levados também ao primeiro-ministro Narendra Modi, no último sábado. Apesar de não haver detalhes em termos de acordos fechados, o Times of India publicou a fala de um dos oficiais do Estado que relatava:

Cook compartilhou os futuros planos para a Índia. Ele falou sobre a possibilidade de manufaturar e vender a varejo na Índia. Ele gostou do grande número de jovens talentosos na Índia, dizendo que eles teriam habilidades as quais a Apple gostaria de aproveitar.

Estando lá, ele aproveitou para lançar uma atualização do aplicativo do primeiro-ministro e, claro, twittou sobre isso:

Obrigado, PM @narendramodi por uma grande reunião. Já estou ansioso pela próxima visita à Índia. Desejo muito sucesso com o app!

·   ·   ·

Na onda de visitas e tweets, o CEO da Maçã deu uma “passadinha” por Dubai, nos Emirados Árabes, e tirou selfies com alguns fãs…

Uma visita rápida com clientes e nossa equipe fantástica da Apple Store, Mall of the Emirates. Obrigado, Dubai!

Mas, como ele mesmo disse, esta foi apenas uma visita rápida considerando que ele já apareceu em outros tweets lá pelo lado da Holanda, em Amsterdã.

Esse Cozinheiro realmente não pára… 😜

[via 9to5Mac: 1, 2]

Posts relacionados

Comentários