Chora mais, FBI: Apple recontrata destacado engenheiro da área de segurança e criptografia

A primeira batalha com o FBI terminou sem um vencedor claro, mas a guerra pela privacidade digital continua soando os alertas de Cupertino. Prova disso é a mais nova Blitzkrieg1 da Apple: através da Reuters, um porta-voz da Maçã confirmou hoje a (re)contratação de Jon Callas, um dos mais destacados engenheiros de software da área de segurança digital e criptografia.

Perfil de Jon Callas no LinkedIn

Callas já trabalhou na Apple por dois períodos, nos anos 1990 e, depois, de 2009 a 2011 — quando criou um programa de criptografia para a proteção de dados no OS X, além de melhorias de segurança gerais neste sistema e no iOS. Nas suas épocas fora de Cupertino, ele também cofundou uma série de empresas de comunicação focadas em privacidade, como a Silent Circle (criadora do ultra-seguro Blackphone) e a PGP Corp.

A Apple não quis comentar em que especificamente consiste seu papel dentro da empresa, mas não é preciso ser um gênio para ligar os pontos. Mesmo que macOS OS X, iOS e iCloud sejam já satisfatoriamente seguros hoje, está bem claro que a disputa com o FBI deixou marcas em 1 Infinite Loop e, prevendo novas indisposições no futuro, a companhia já está se movendo para solidificar ainda mais a segurança dos seus sistemas — até para que outras empresas (ou hackers) não consigam fazer aquilo que ela se negou.

Callas, por sua vez, já declarou ser contra a imposição sofrida pelas empresas de tecnologia para quebrar seus sistemas de segurança e liberar dados confidenciais. Por outro lado, ele apoiou uma proposta sob a qual as autoridades legais com um mandado de busca estariam liberadas a explorar vulnerabilidades do software para hackeá-los e retirar as informações desejadas, contanto que essas vulnerabilidades fossem relatadas logo depois. Talvez isso mesmo possa explicar a sua nova contratação pela Apple?

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários