Depois de ganhar US$625,6 milhões da Apple em processo, VirnetX quer banir o iMessage e o FaceTime

No começo de 2016, a Apple foi condenada a pagar a bagatela de US$625,6 milhões para a VirnetX por ter infringido patentes relacionadas a VPN1, ao iMessage e ao FaceTime. Esse valor, é bom lembrar, foi até mesmo maior que os US$532 milhões solicitados por ela. Mas a empresa não está satisfeita e quer ainda mais! E não estamos falando apenas de dinheiro, não: a VirnetX quer banir o iMessage e o FaceTime dos produtos da Apple.

FaceTime

Conforme informou o Law360 [matéria fechada para assinantes], em uma audiência pós-julgamento realizada na última quarta-feira (25/5) a VirnetX argumentou que, apesar de parecer ser uma medida dura, o bloqueio dos recursos iMessage e FaceTime seriam justificados já que os danos sofridos pela empresa por conta das infrações das patentes seriam irreparáveis. Além do bloqueio, como falamos, a VirnetX quer ainda dinheiro — especificamente ao menos US$190 milhões a mais por acreditar que a Apple tem sido um “modelo” para táticas de litígio irracionais.

A Apple, é claro, não está nada feliz e respondeu que uma injunção seria completamente inapropriada, assim como o pagamento de quaisquer royalties em cima dos recursos. A Maçã também está buscando a nulidade do julgamento com base em um argumento supostamente inadequado para o júri, afirmando ainda que a empresa tem direito a um julgamento de não-violação — apesar do veredito do júri — com base em provas supostamente insuficientes da VirnetX.

Os advogados agradecem…

[via 9to5Mac]

Posts relacionados

Comentários