Em Nova York, já foram três roubos em lojas da Apple com ladrões se passando por empregados

O uniforme dos empregados das Apple Retail Stores é algo bastante icônico. Quem já entrou em uma loja, sabe. Se aproveitando do fato de elas estarem sempre lotadas (especialmente algumas posicionadas em locais bastante turísticos), ladrões logo enxergaram aí uma “oportunidade”.

Publicidade

Apple Store, SoHo

Em Nova York, na semana passada — segundo relatou o DNAinfo New York —, um homem vestido como um empregado entrou na Apple Store, SoHo e conseguiu roubar 19 iPhones sem levantar suspeitas — ao menos no momento do crime. Como ele estava com uma camiseta similar/igual à dos empregados, simplesmente entrou em uma área destinada aos trabalhadores (de reparo de aparelhos), pegou os smartphones que estavam dentro de uma gaveta, escondeu sob a camiseta e os entregou a um comparsa; depois, ambos saíram da loja como se nada tivesse acontecido.

O roubo, que aconteceu às 17h30 do dia 1º de junho, deu um prejuízo de US$16,1 mil — a polícia local ainda está investigando o crime.

Apple Retail Store - Upper West Side (New York City)

Não é a primeira vez que isso acontece por lá. De acordo com o New York Post, dois outros roubos similares — utilizando a mesmíssima estratégia — aconteceram na Apple Store, Upper West Side, no começo do ano. No primeiro foram 8 iPhones, totalizando US$5,3 mil; no segundo, 59 aparelhos, os quais deram um prejuízo de US$44 mil.

Publicidade

Quem diria…

[via BGR, Gizmodo Brasil]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…